A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/10/2012 18:32

Produto comprado pela internet é extraviado nos Correios da Capital

Após relato do problema a imprensa, empresa entrou em contato com o cliente e resolveu o imbróglio

Helton Verão
Leonardo mostra a situação da encomenda no sistema dos Correios (Foto: Reprodução)Leonardo mostra a situação da encomenda no sistema dos Correios (Foto: Reprodução)

 Para o gerente de TI, Leonardo Hey, é mais do que normal fazer compras pela internet, a ponto de fazer mais aquisições nas lojas virtuais do que pessoalmente. Mas no último dia 14 de agosto ele não imaginava que a compra de uma bateria de notebook em um site de vendas chinês daria tanta dor de cabeça.

Hoje, 16 de outubro, mais de dois meses da confirmação da compra, ele ainda não recebeu a mercadoria. E pior, a última informação que ele teve sobre sua entrega é de que “infelizmente existem pessoas desonestas em todos os ramos”, argumento, segundo ele, de um dos contatos com o representante dos Correios sobre onde poderia estar sua encomenda.

“Sempre compro neste site, a previsão de entrega é de 20 a 30 dias úteis, eles são muito atenciosos, tiveram conhecimento do extravio da mercadoria querem enviar outra encomenda. No sistema consta que ela chegou em Campo Grande e já teria saído para a entrega”, conta o gerente.

Inconformado por não obter respostas, Leonardo procurou o Campo Grande News para contar o ocorrido. Após nossa redação entrar em contato com a assessoria dos Correios, ele recebeu uma resposta.

“No caso de Leonardo, o objeto destinado a ele não foi localizado. Foi determinada a abertura de processo de apuração de responsabilidades. Caso seja constado que houve prática de ilícito, o processo será repassado à Polícia Federal para abertura de inquérito”, divulgou em nota a assessoria dos Correios.

Segundo a assessoria, já houve um esclarecimento formal, através do Fale Conosco, acerca da legislação que regulamenta a indenização de objetos internacionais.

Ainda ressaltou que o Correios não indenizará remessas extraviadas ou danificadas decorrentes de situações de caso fortuito ou força maior, tais como: terremoto, ciclone, tempestade, inundação, guerra, queda de aeronave, embargo, condições climáticas inapropriadas, greves, atos, omissões de autoridade públicas ou similares que ocorrerem sem que haja culpa da empresa.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


Boa noite,expresso aqui minha indignação com os serviços dos correios, pois tive uma encomenda postada para meu endereço sendo que a mesma saiu de são Paulo no dia 17/10/2013 e até agora a mesma não chegou e nunca vai chegar, porque segundo informações a mesma foi extraviada, já abri reclamação nos site do correio e eles não me retornaram, e o pior que o preço da encomenda é de valor de 1.450,00 não tem como deixar impune, portanto gostaria de saber onde recorrer, já que os correios não resolvem.
 
luis gonzaga da costa maciel em 06/11/2013 21:33:04
Ao leitor Marcos Guimarães (16/10 -19h40), os Correios informam que não há registro de que o objeto descrito por ele tenha sido internalizado no fluxo postal brasileiro. Em casos de objetos importados de outros países, a entrada no fluxo postal brasileiro ocorre após a liberação da Receita Federal.

A Central de Atendimento dos Correios – CAC, atende de 2ª a 6ª das 8 às 20h e aos sábados, domingos e feriados das 8 às 18h. Reclamações e sugestões devem ser registradas via número 0800 725 0100 (gratuito).

Pode-se também fazer contato via internet pelo serviço Fale com os Correios, no link: http://www.correios.com.br/servicos/falecomoscorreios/default.cfm. Ou, na página inicial do site dos Correios, clicar no link “Fale com os Correios”, no alto da página, à direita.
 
Assessoria de Comunicação - Correios - Regional Mato Grosso do Sul em 17/10/2012 10:57:12
Eu tambem estou na mesma ou pior situação. Ja passou quase 2 meses e ate agora nada.
Vejam no rastreamento dos correios rb007152368cn.
 
Marcos Guimaraes em 16/10/2012 19:40:03
Se cada um resolvesse procurar um site de notícias para contar seus problemas... isso aqui viraria um SAC.
 
José da Silva em 16/10/2012 19:32:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions