ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  19    CAMPO GRANDE 16º

Capital

Programa com auxílio de R$ 1,3 mil abre cadastro reserva para 240 pessoas

Inscrições são para o antigo Proinc, hoje chamado de Primt (Programa de Inclusão ao Mercado de Trabalho)

Por Caroline Maldonado | 15/02/2024 08:30
Recepção da Funsat (Fundação Social do Trabalho de Campo Grande). (Foto: Arquivo/Marcos Maluf)
Recepção da Funsat (Fundação Social do Trabalho de Campo Grande). (Foto: Arquivo/Marcos Maluf)

A Funsat (Fundação Social do Trabalho de Campo Grande) distribuirá 240 senhas para interessados em se inscrever no Primt (Programa de Inclusão ao Mercado de Trabalho), antigo Proinc, que oferece emprego com a bolsa-auxílio mensal de R$ 1,3 mil e cesta básica às pessoas desempregadas em situação de vulnerabilidade socioeconômica. As inscrições são para cadastro de reserva.

Serão oferecidas 80 senhas por dia, na segunda (19), na terça (20) e na quarta-feira (21), sempre das 7h30 às 10h. Os interessados devem comparecer com documentos na sede da Funsat (Fundação Social do Trabalho), que fica na Rua Quatorze de Julho, 992, na Vila Glória.

Podem se inscrever apenas desempregados em situação de vulnerabilidade para trabalhar em limpeza, conservação, roçada, capina, podas, varrição, obras de canalização pluvial, pavimentação, tapa-buraco, campanhas, ações de saúde, auxílio operacional de apoio em atividades burocráticas, entre outras funções.

As vagas serão preenchidas conforme demanda apresentada pelas secretarias. A Funsat fará divulgação das convocações no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande). O trabalho para os que forem convocados será de seis meses, que poderá ser prorrogado e durar até dois anos. Em dezembro, houve três chamamentos do cadastro de reserva. Mais de 300 pessoas foram chamadas.

Classificação - A prioridade é chamar inscritos conforme grau de vulnerabilidade socioeconômica: menor renda per capita; chefe de família do sexo feminino; maior tempo de desemprego; maior idade; maior número de crianças na faixa etária de 0 (zero) a 06 (seis) anos, sendo do mesmo núcleo familiar e maior número de pessoas com deficiência ou de idosos incapazes de prover seu próprio sustento.

Vagas reservadas - Há reserva de 5% das vagas para mulheres vítimas de violência doméstica, 5% a pessoas com deficiência que não recebam BPC (Benefício de Prestação Continuada), 3% a pessoas com TEA (Transtorno do Espectro Autista), 3% para egressos do sistema penitenciário, 3% para pessoas negras e 5% para pessoas indígenas que estejam já cadastradas na Funai (Fundação Nacional do Índio).

Clique aquipara conferir o edital na edição desta segunda-feira (15) do Diogrande.

Nos siga no Google Notícias