A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

23/06/2015 12:00

Proposta sobre contrato entre Santa Casa e prefeitura será apresentada à tarde

Flávia Lima
Diretor-presidente da Santa Casa, Wilson Teslenco aguarda decisão sobre contrato do hospital nesta tarde. (Foto:Arquivo/Fernando Antunes)Diretor-presidente da Santa Casa, Wilson Teslenco aguarda decisão sobre contrato do hospital nesta tarde. (Foto:Arquivo/Fernando Antunes)

O impasse sobre o contrato entre a Santa Casa e a prefeitura deve chegar ao fim na tarde desta terça-feira (23), quando a direção do hospital voltará a se reunir com os secretários de Saúde do Estado, Nelson Tavares e do município, Jamal Salém, além do Conselho Municipal de Saúde

No final da manhã de hoje, o diretor-presidente do hospital, Wilson Teslenco esteve com o secretário municipal de Governo e Relações Institucionais, Paulo Matos, para tratar do assunto, mas não obteve qualquer adiantamento sobre os termos do contrato que deverá ser apresentado no final da tarde.

“Tínhamos uma expectativa de antecipar alguns pontos para avaliarmos, mas não conseguimos. A prefeitura disse que ainda está finalizando alguns ajustes”, ressaltou Teslenco.

Desde a primeira semana de junho o contrato entre o hospital e a prefeitura foi encerrado, o que pode prejudicar o ressarcimento da Santa Casa pelos serviços prestados durante o mês. “Confio na responsabilidade dos gestores de que vamos receber esses valores no próximo mês”, destacou.

Teslenco lembrou que o secretário de Saúde do município, Jamel Salém, reiterou, semana passada, o repasse de R$ 3 milhões para os serviços de média complexidade e R$ 1 milhão para os de alta complexidade. “Só queremos saber de que forma isso será feito”, disse.

Desde o início do mês, diversas reuniões aconteceram na tentativa de resolver o impasse sobre a contratualização, inclusive com a participação de deputados estaduais.

Em reunião na sexta-feira (19), Jamal Salem não revelou o conteúdo da proposta à direção do hospital, mas adiantou que o contrato teria prazo de cinco anos.

Já o secretário de Saúde do Estado, Nelson Tavares, disse na ocasião que foi realizado um pacote de propostas para o município para ampliação de serviços e manutenção de custeio para o hospital, no entanto falta apenas uma resposta da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).

De acordo com a assessoria da prefeitura, caso o acordo seja firmado hoje, a proposta será detalhada pelo prefeito Gilmar Olarte (PP) e o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) nesta quarta-feira (24).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions