A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

04/03/2018 12:57

Protetores de animais protestam contra maus-tratos e impunidade

A ação ocorreu entre a avenida Afonso Pena e rua 13 de Maio, no centro de Campo Grande e reuniu pelo menos 50 protetores de animais

Guilherme Henri e Mirian Machado
Protetora de animais segurando faixa em protesto na Afonso Pena (Foto: Saul Schramm)Protetora de animais segurando faixa em protesto na Afonso Pena (Foto: Saul Schramm)

Ativistas da causa animal protestaram na manhã deste domingo (4) contra maus-tratos e a impunidade de quem os comete. A ação ocorreu entre a avenida Afonso Pena e rua 13 de Maio, no centro de Campo Grande e reuniu pelo menos 50 protetores de animais.

Munidos com cartazes e uma faixa com mensagens de “Chega de Impunidade”, “Queremos Justiça” e pedindo a volta da castração, os ativistas aproveitaram o semáforo fechado para pedir conscientização da população que passava pelo local.

Segundo uma das organizadores, Simona Zaim, a ação também foi motivada pelo caso em que uma pitbull foi morta a facadas e os constantes casos de envenenamento de animais na Capital. “Não é preciso andar muito para achar animais abandonados. A maioria deles é ou foi vítima de maus-tratos. No caso da pitbull mesmo não aconteceu nada com quem a matou. Geralmente nestes casos colocam a culpa no animal, principalmente quando se trata de pitbulls”, desabafa.

Opinião que foi compartilhada pela residente do abrigo dos bichos, Maria Lucia Metelo. Segundo a protesta, o índice de maus-tratos de animais é altíssimo e o que choca é que na maioria dos casos o agressor é o próprio tutor. “Um dos problemas é que a nossa legislação é muito branda e não penaliza quem comete esse crime”, afirma.

Já a artista plástica Lucinha Gonçalves, conta que tem oito gatos. Um deles é mutilado e outra é cega. Para ela, estes são exemplos reais do que acontece com animais que vivem nas ruas. “Todos foram tirados da rua. E isto é muito triste e quem comete este crime precisa se conscientizar que eles são como a gente, tem sentimento, sentem fome e dor”, diz.

Ativistas da causa animal reunidos em protesto nesta manhã (Foto: Saul Schramm)Ativistas da causa animal reunidos em protesto nesta manhã (Foto: Saul Schramm)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions