A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/05/2012 12:11

Puccinelli chora durante entrega de 157 casas no Caiobá II

Wendell Reis

Com a entrega das residências, Campo Grande recebeu 10.623 residências

Governador se emocionou ao falar que espera reduzir a zero o número de famílias sem moradias (Foto: Minamar Junior)Governador se emocionou ao falar que espera reduzir a zero o número de famílias sem moradias (Foto: Minamar Junior)

O governador André Puccinelli (PMDB) não conteve a emoção e chorou na manhã deste sábado (5) durante a entrega de 157 casas no Jardim Caiobá II, em Campo Grande. Puccinelli chorou ao dizer que espera terminar o mandato com a redução a zero das 80 mil pessoas que esperavam na fila por uma casa.

Durante pronunciamento, ele lembrou que com as casas entregues hoje, Campo Grande já recebeu 10.623 casas de seu grupo político. Puccinelli também ressaltou o desenvolvimento da Capital, com a retirada de favelas, e disse que isso só foi possível com a participação de todos, incluindo lideranças comunitárias, conselhos regionais e vereadores. “A união de todos fez com que pudesse chegar a este ponto. Se nos unirmos, as coisas dão certo”.

Puccinelli lembrou que as 157 casas entregues hoje somam-se as 430 já entregues e as 273 a serem construídas para concluir o residencial Ronaldo Tenuta. Durante pronunciamento, Puccineli ainda lembrou da evolução das casas, que antes tinham 28m² e agora têm 36m². Além disso, destacou o valor a ser pago mensalmente pelas casas, de R$ 60, enquanto o aluguel na região é de R$ 300.

O prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), lembrou que a região se transformou muito e além das casas, recebeu infraestrutura, com equipamentos sociais que incluem linha de ônibus asfaltada, Centros de Educação Infantil, ampliação de escolas e unidade de saúde a ser construída.

Trad destacou que os 10% da renda familiar a serem pagos mensalmente pelas casas valem muito a pena, tendo em vista que o morador estará investindo em algo que será da família. Neste sentido, pediu para que os moradores cuidem e não vendam o imóvel, evitando o cancelamento do cadastro.

Famílias vão pagar 10% da renda pelas casas entregues pelo poder públicoFamílias vão pagar 10% da renda pelas casas entregues pelo poder público

Um das moradoras que recebeu as chaves da casa hoje agradeceu a ajuda dada pelo secretário de Habitação do Estado, Carlos Marun, do Município, Paulo Matos e pelo governador e prefeito. “Agradeço a tudo o que vocês têm feito para nossa cidade e Estado”.

O deputado federal Edson Giroto (PMDB) falou da emoção ao ver os olhos de uma senhora de 86 anos que recebia uma residência digna durante a cerimônia. Ele se recordou que quando Puccinelli assumiu a Prefeitura, em 1997 muitos acessos não existiam e tudo “estava por fazer”.

Segundo o deputado, de tudo que é feito, nada emociona mais do que entregar uma residência. “Não tem dignidade maior do que entregar uma casa para uma mãe abrigar um filho”, disse o deputado, ressaltando que é de família muito humilde e já morou em casa de taipa e chão batido.

O superintendente da Caixa Econômica Federal, Paulo Antunes de Ciqueira, declarou que as casas com investimentos de R$ 37 milhões, sendo R$ 33,5 milhões do Governo Federal, R$ 2 milhões do Governo do Estado e R$ 1 milhão do Governo Federal, são frutos de uma parceria que possibilita a entrega de residências com toda a estrutura necessária, incluindo aquecedor solar, água, luz, esgoto e até asfalto. Por isso, pediu fidelidade aos moradores, ressaltando que a venda é proibida e pode trazer prejuízo a quem desrespeitar.

O secretário Carlos Marun lembrou que o grupo político pretende continuar o trabalho, que segundo ele, deve seguir para frente e não voltar no tempo. Marun destacou a parceria com o ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, e com a atual, Dilma Rousseff (PT), que junto com o Governo Estadual e a Prefeitura Municipal, garantem as residências a população.

O diretor da Empresa Municipal de Habitação, Paulo Matos, lembrou de vários problemas resolvidos pelo grupo político em Campo Grande, desde o fim das enchentes e de favelas até a transformação existente hoje. Matos revelou que além das residências entregues hoje, ainda estão previstas 1.470 entregas para Campo Grande.

Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


TODO MUNDO QUER FICAR NA JANELA KKKKKKK
 
everson mazlum em 05/05/2012 06:48:17
este ano é normal vermos politicos chorando se comovendo
com a pobreza e um interesse em "concluir obras e obras"!!!
 
anderson dias em 05/05/2012 05:18:06
Eu tenho orgulho de morar aqui e ver que nossa Campo Grande melhora a cada dia. Visitando outras capitais, percebemos a qualidade de vida que nossa capital tem.

Vamos que vamos Campo Grande, caminhando se vence o medo!
 
Ronilço Oliveira em 05/05/2012 02:48:07
Político é artista! Se as coisas mudarem de vetor já está se preparando para trabalhar nas novels glovais das 08:00hs. Melhor afirmando, "horário político".
 
Ezio Jose em 05/05/2012 01:57:41
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions