ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  16    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Quatro policiais militares são presos em operação contra corrupção na PM

Os PMs são investigados por envolvimento em desvios de materiais apreendidos em barreiras e de recebimento de propina

Por Viviane Oliveira e Clayton Neves | 26/09/2019 08:35
Movimentação de policiais militares com carro descaracterizado em frente a Corregedoria da PM (Foto: Henrique Kawaminami)
Movimentação de policiais militares com carro descaracterizado em frente a Corregedoria da PM (Foto: Henrique Kawaminami)

A Operação Ave Maria, deflagrada pela Corregedoria da Polícia Militar, na manhã desta quinta-feira (26), já prendeu 4 policiais militares. Os nomes completos ainda não foram divulgados. Apenas dois deles foram identificados como Anderson e Gilmar.

A ação é realizada contra suspeitos de corrupção e cumpre 13 mandados, sendo sete de busca e apreensão e seis de prisão preventiva. Todos foram cumpridos em Sidrolândia e Campo Grande. Por volta das 8h, o primeiro preso chegou em viatura descaracterizada na sede da Corregedoria, na rua José Gomes Domingues, no Bairro Santa Fé.

Depois, há cerca de 20 minutos, outros 3 PMs foram levados para a Corregedoria, nenhum algemado. Os 2 primeiros a chegar tiveram acesso ao estacionamento. Os outros 3 pararam na frente do prédio, mas esconderam o rosto ao entrar. Eles serão levados ainda hoje para o Presídio Militar, localizado no Complexo Penal do Jardim Noroeste. 

Os policiais são investigados por suspeitas de envolvimento em desvios de materiais apreendidos em barreiras policiais e de recebimento de propina. O nome da ação faz alusão à cidade de Sidrolândia, que tem a frase “Ave Maria” descrita em sua bandeira. Caixas com documentos, computador, uma mochila e uma mala também foram apreendidos durante a ação. 

Em nota a PM informou que não compactua com nenhum tipo de desvios por parte dos seus policiais militares, procedendo à apuração de todas as irregularidades de que tem conhecimento, preservando o direito ao contraditório e ampla defesa. São cinco mandados de prisão preventiva em Sidrolândia e um na CapitalAssista, abaixo, vídeo da movimentação no prédio da Corregedoria. 

Caixas com documentos foi apreendida durante a operação. (Foto: Henrique Kawaminami)
Caixas com documentos foi apreendida durante a operação. (Foto: Henrique Kawaminami)
Preso chegou com rosto escondido na Corregedoria. (Foto: Henrique Kawaminami)
Preso chegou com rosto escondido na Corregedoria. (Foto: Henrique Kawaminami)

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário