ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Ranger encontrada em chamas no anel viário era de executado a tiros no Nova Lima

Caminhonete foi apreendida pela Polícia Civil e suspeita é que execução seja por briga de facção criminosa

Ana Paula Chuva e Ana Oshiro | 10/10/2022 13:10
Equipe da Polícia Civil e Perícia no local onde caminhonete foi encontrada queimada. (Foto: Marcos Maluf)
Equipe da Polícia Civil e Perícia no local onde caminhonete foi encontrada queimada. (Foto: Marcos Maluf)

A caminhonete Ford Ranger Ranger encontrada queimada na manhã segunda-feira (10),  no anel viário “Doutor Ricardo Trad”, que liga a rodovia MS-10 com a BR-163, região do Jardim Colúmbia, em Campo Grande, pertencia a Rodrigo de Mendonça Rosa, 30 anos, executado na noite de domingo (9), no Bairro Nova Lima.

Conforme apurado pelo Campo Grande News, o carro era blindado porque Rodrigo, conhecido como “Belo”, pertencia a facção criminosa e estaria jurado de morte. O homem também andava com segurança e a morte pode ter sido em uma emboscada. A caminhonete foi encontrada em chamas no local e apreendida pela Polícia Civil.

Delegado plantonista Gabriel Desterro esteve no local onde o veículo foi encontrado nesta manhã e chegou a afirmar que os objetos pessoais e pertences que estavam no veículo foram completamente incinerados com a caminhonete e a principal suspeita era execução por briga de facção criminosa.

A caminhonete foi guinchada e encaminhada para o pátio da 2ª Delegacia de Polícia da Capital, que a princípio ficará responsável pela investigação. Três foram presos em flagrante pelo crime.

Três suspeitos pela execução foram presos em flagrante pela PM (Foto: Direto das Ruas)
Três suspeitos pela execução foram presos em flagrante pela PM (Foto: Direto das Ruas)

O crime - Segundo a esposa da vítima, horas antes de ser morto, Rodrigo estava negociando a venda de uma moto com Maykon Douglas Soares da Silva, de 23 anos, um dos três homens presos em flagrante pelo crime. Os outros dois suspeitos são Eduardo Ferreira da Silva, de 38, e Daniel Sansão de Jesus, de 36.

Os três fugiram em uma Ford Ranger branca depois da execução e trocaram de veículo para despistar a polícia, usando então uma Ford Ranger preta. Eles foram presos pela Polícia Militar depois que uma mulher gritou por socorro na rua e informou a PM (Polícia Militar) sobre o que tinha acontecido.

Eles não são naturais de Mato Grosso do Sul e não possuem registro criminal na polícia do Estado, mas, de acordo com a investigação, Maykon é foragido do sistema prisional na cidade de Hidrolândia, em Goiás. Eles vão responder pelos crimes de homicídio doloso e homicídio qualificado, o caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Belo" foi morto com três tiros na noite deste domingo. (Foto: Direto das Ruas)
Belo" foi morto com três tiros na noite deste domingo. (Foto: Direto das Ruas)


Nos siga no Google Notícias