A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/03/2016 11:53

Reclamações sobre merenda e falta de seringa marcam visita de vereadores

Estreia de projeto foi no Serradinho, Nova Campo Grande e Jardim Carioca nesta quarta

Mayara Bueno e Antonio Marques
Vereadores inciaram projeto em escola no Bairro Serradinho, em Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)Vereadores inciaram projeto em escola no Bairro Serradinho, em Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)
Moradores passaram para a equipe técnica da Câmara reclamações e indicações. (Foto: Marcos Ermínio)Moradores passaram para a equipe técnica da Câmara reclamações e indicações. (Foto: Marcos Ermínio)

Reclamação sobre falta de seringa em unidade de saúde e de estoque de merenda em creche marcou a primeira edição da Câmara Comunitária, em Campo Grande. Um grupo formado por pelo menos 10 vereadores foi aos bairros do Serradinho, Nova Campo Grande e Jardim Carioca, nesta quarta-feira (16).

No Ceinf (Centro de Educação Infantil) do Serradinho, por exemplo, não falta merenda para as 138 crianças, mas os funcionários reclamam que tem pouco estoque, assim como na creche do Jardim Carioca. Mas as diretoras das unidades disseram que não está faltando. Em uma das instituições de ensino, a reclamação de uma mãe de aluno é que na merenda só tem "arroz, feijão e uma merreca de carne".

Já na Unidade Básica de Saúde da Família do bairro, a enfermeira Leilane Lima Machado denunciou a falta de seringa para insulina, destinada a pacientes com diabetes.

Segundo ela, pelo menos 500 pessoas com a doença são atendidas lá e, e a maioria, não tem condição de comprar a seringa. Celina Marcelino é uma das pacientes que precisam da insulina. Ela tem 67 anos e relatou que há meses encontra dificuldade para aplicação da insulina, já que falta a agulha para aplicação.

Os parlamentares iniciaram o projeto na Escola Municipal Coronel Sebastião Lima, no Serradinho, depois seguiram a pé pelas ruas do bairro. Em seguida, de carro foram para o Bairro Nova Campo Grande, na Escola Fauze Scaff Gattas e, por fim, no Jardim Carioca.

Na região, os moradores elencaram para os vereadores uma série de problemas. Muito lixo e buraco, água empossada, segundo relato de Leanir Rocha, 42 anos, moradora do Jardim Carioca. No mesmo local, Fabíola Ramos, 28 anos, disse que o número da população do bairro aumentou, mas a estrutura de atendimento em postos de saúde, por exemplo, não acompanhou na mesma proporção.

Ainda na escola onde o projeto começou, uma equipe técnica de 10 pessoas da Câmara Municipal registrou as reclamações da população da região. A partir disso, segundo o presidente da casa de leis, vereador João Rocha (PSDB), o que for de competência do Executivo Municipal será encaminhado a ele, já o que depender de proposição de lei será feito no legislativo municipal.

Vereadores lançam "Câmara Comunitária" nessa quarta no Serradinho
Será lançado nessa quarta-feira (16), a partir das 9h, o novo projeto da Câmara Municipal de Campo Grande chamado "Câmara Comunitária". O primeiro ev...
Em novo projeto, Câmara leva vereadores aos bairros semana que vem
Vereadores de Campo Grande irão dedicar alguns dias para percorrer os bairros, ouvir a população e levar ações de cidadania. O projeto Câmara Comunit...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions