A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

26/06/2013 18:00

Relatório prévio de força-tarefa comprova irregularidades sobre Oncologia

Nadyenka Castro

Relatório prévio sobre a auditoria que é realizada nos serviços de oncologia oferecidos pelo SUS (Sistema Único de Saúde), em Campo Grande, já aponta diversas irregularidades nos setores.

Nesta quarta-feira, a situação encontrada pelo Denasus (Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde) foi relatada ao secretário municipal de Saúde de Campo Grande, Ivandro Fonseca, aos Ministérios Públicos Estadual e Federal e à PF (Polícia Federal).

A reunião com o secretário foi pela manhã. À tarde foi a vez dos órgãos responsáveis pelas denúncias e investigações.

Foram três horas de conversa a portas fechadas, para a apresentação das irregularidades constatadas, sendo que algumas já foram sanadas, outras não.

Apesar de reforçar que houve ato ilegal nas administrações da rede de tratamento de câncer, nada foi detalhado.

Força-tarefa - O resultado prévio apresentado nesta quarta-feira à Secretaria de Saúde e aos órgãos responsáveis pela investigação é resultado de auditoria que começou no início de maio, após denúncias sobre a situação do serviço de oncologia na Capital.

Estão em análise mais de 200 prontuários médicos e mais de uma mil autorizações de pagamentos de alto custo. São alvo dos auditores o Hospital do Câncer, Santa Casa, Hospital Regional e Hospital Universitário.

As principais irregularidades estão no Hospital do Câncer e no Hospital Universitário. Diretores de ambas unidades de saúde já foram trocados e até a Câmara Municipal da Capital avalia os serviços oferecidos por estes locais.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions