A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/02/2013 11:21

Restos do Carnaval ainda estão na região da Praça do Papa

Gabriel Neris e Luciana Brazil
Lixos e carros alegóricos ainda estão na região da Praça do Papa após o Carnaval (Fotos: Luciano Muta)Lixos e carros alegóricos ainda estão na região da Praça do Papa após o Carnaval (Fotos: Luciano Muta)

No primeiro sábado após o Carnaval, quem passa pelos arredores da Praça do Papa, no bairro Santo Amaro, em Campo Grande, ainda se depara com o que sobrou do desfile das escolas de samba.

Os carros alegóricos estão desmontados nas calçadas, as ruas sujas e vários terrenos invadidos por copos e garrafas descartáveis, se tornando focos para o mosquito da dengue. Sacolas plásticas estão espalhadas pelas ruas, apontando que houve recolhimento parcial do lixo.

O vendedor Robson Gomes, de 50 anos, crítica a situação no local. Para ele, a presença dos carros alegóricos dias depois do desfile demonstra a falta de estrutura do Carnaval campo-grandense. “Já deveriam ter sido retirados”.

A situação também deixou Hermínia Afonso, de 66 anos, preocupada. “Quem fez o Carnaval já devia ter mandado limpar. É um absurdo”, protesta. Além dos copos e garrafas descartáveis, em alguns carros existem frestas que podem gerar o acúmulo de água.

De janeiro até a última quarta-feira (13), a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) registrou 26.234 casos de dengue, com 32 casos suspeitos de dengue hemorrágica. Em Mato Grosso do Sul são 13 mortes confirmadas pela doença e 36.524 casos de suspeita, conforme o boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde.

O presidente da Lienca (Ligas das Escolas de Samba), Eduardo de Souza Neto, afirmou que as escolas são orientadas a retirarem os carros alegóricos no dia seguinte após o desfile. Como em Campo Grande não há nova apresentação para as escolas campeãs, os carros deveriam ser levados ainda na quarta-feira de cinzas.

Vendedor diz que presença dos carros escancara a falta de estrutura do Carnaval de Campo GrandeVendedor diz que presença dos carros escancara a falta de estrutura do Carnaval de Campo Grande

Eduardo explicou que as escolas são passíveis de punição, desde uma advertência até penalização com multa. As agremiações identificadas poderão ainda perder pontos no desfile do Carnaval do ano seguinte. De acordo com o presidente da Lienca, as punições serão definidas a partir do regulamento elaborado para o ano que vem.

Premiação – A Unidos da Vila Carvalho foi à escola campeã do Carnaval de Campo Grande com o samba-enredo “Brasil, Mostra a sua Cara”. Foram 298,5 pontos contra 281,5 pontos da segunda colocada, Deixa Falar. A Unidos do Cruzeiro terminou em terceiro, com 277 pontos, enquanto a Catedráticos do Samba foi a quarta colocada, com 267,5 pontos.

A apuração das notas aconteceu na quarta-feira. A Catedráticos do Samba foi rebaixada para o grupo de acesso. Quem sobe para o grupo especial é a escola Unidos do Aero Rancho, com 272,5 pontos.

As escolas de samba e blocos de carnaval foram premiados na noite de ontem (15) na Praça do Papa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions