A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

20/04/2016 17:38

Retirada de abrigo de ônibus na avenida Mato Grosso atrapalha estudantes

Amanda Bogo
Abrigo de ônibus que foi retirado ficava em frente ao terreno onde foi construído uma padaria (Foto: Alan Nantes)Abrigo de ônibus que foi retirado ficava em frente ao terreno onde foi construído uma padaria (Foto: Alan Nantes)

A retirada de um abrigo de ônibus na avenida Mato Grosso, em Campo Grande, tem atrapalhado alguns alunos da Escola Municipal Professora Danda Nunes. Familiares afirmam que as crianças não estão conseguindo pegar ônibus no local.

O abrigo onde os alunos pegavam os ônibus ficava à 240 metros da escola. A estudante Nathalia Miranda tem um irmão de 10 anos que utiliza o transporte público para ir à escola. Ela conta que o menino tem dificuldades em pegar ônibus no local desde o começo das aulas, em fevereiro. “As crianças estão sendo prejudicadas, estão perdendo o ônibus que passa ali. Não tem sinalização e os motoristas não param”, alegou a estudante.

Segundo Nathalia, uma padaria foi construída no local onde havia o ponto de ônibus. “Não sabemos se foi por questão estética ou se o ponto atrapalhava a construção. Perguntamos para os funcionários e eles não souberam dizer quem retirou de lá”, contou.

O diretor do Departamento de Programação Operacional da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Luiz Alencar, explicou que o abrigo estava danificado e que foi retirado para ser reformado. “A estrutura estava comprometida, por isso retiramos ele do local. Vamos realocá-lo para uma quadra abaixo de onde estava”, disse.

Ronei Azambuja é gerente da padaria na frente de onde o ponto ficava localizado e ressalta que a retirada não se deu por conta da construção do estabelecimento. "O ponto foi retirado durante a obra, mas não teve relação alguma com isso. Alguns motoristas ainda param aqui, outros passam direto, mas para nós é interessante que tenha esse ponto aqui", explicou.

Alencar acredita que até o fim da próxima semana o problema seja resolvido. “A obra está realmente atrasada, tivemos alguns problemas com os caminhões. Esperamos que até o fim da próxima semana tudo esteja resolvido”, finalizou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions