A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

02/09/2011 15:00

Réu no primeiro júri digital do País é condenado a 13 anos de prisão

Nadyenka Castro

Denner Souza Ruiz matou com um tiro Rafael Silva de Almeida em janeiro deste ano no bairro Coronel Antonino. Jurados reconheceram tese da acusação

Denner foi condenado a 13 anos de prisão. (Foto: João Garrigó)Denner foi condenado a 13 anos de prisão. (Foto: João Garrigó)

Réu no primeiro júri popular totalmente digital do País, realizado nesta sexta-feira, em Campo Grande, Denner Souza Ruiz foi condenado a 13 anos de prisão.

Denner matou Rafael Silva de Almeida por volta das 5 horas do dia 9 de janeiro deste ano, na saída de um baile, no bairro Coronel Antonino. Ele confessou o crime.

O MPE (Ministério Público Estadual), através do promotor de Justiça Douglas Oldegardo, pediu a condenação por homicídio qualificado pelo motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima.

A defesa de Denner, através dos advogados Ronaldo de Souza Franco e Angelita Inácio de Araújo, sustentaram as teses de legítima defesa putativa e exclusão das qualificadoras.

Os jurados reconheceram a tese da acusação e condenaram Denner. Diante disso, conforme sentença do juiz Aluízio Pereira dos Santos, o rapaz foi condenado a 13 anos de prisão em regime fechado.

Denner responde a ação penal por tráfico de drogas. Segundo ele, foi flagrado com 4g de cocaína que seriam para consumo próprio. A vítima não tinha ficha criminal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions