A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

31/07/2014 09:39

Ruas de vários bairros ficam no escuro e aumentam insegurança

Filipe Prado
No Oiti, a rua possui postes, mas as lâmpadas estão apagadas (Foto: Marcelo Victor)No Oiti, a rua possui postes, mas as lâmpadas estão apagadas (Foto: Marcelo Victor)

Os campo-grandenses têm orgulho de várias avenidas e ruas da Capital, por serem bem iluminadas e seguras. Por outro lado, os moradores de bairros mais distantes reclamaram da falta de iluminação pública e sentem na pele a falta de segurança.

A Rua Wilson da Luz, no Bairro Cidade Jardim, tem quase toda a extensão no escuro. Ironicamente, uma sede da Enersul foi construída naquela rua, único ponto com iluminação. Como a concessionária não tem autonomia para consertar a iluminação pública, de responsabilidade do município, o porteiro Emerson Lopes, 39 anos, precisa ajudar quem precisa utilizar o transporte coletivo.

“A maioria das pessoa, quando está sozinha, fica aqui na porta da empresa e eu faço companhia”, contou o porteiro. Ele relatou que há quatro anos o problema é o mesmo. “Eu já notifiquei, mas não fizeram nada”. Emerson afirmou que poucas pessoas tem coragem de passar pela via.

Já no Bairro Oiti o problema da iluminação é causado pela falta de nome em uma rua. Laura Albuquerque, 37, contou que notificou a prefeitura, mas nada foi feito. “Eles dizem que a rua não tem nome, por isso o procedimento não foi realizado”, explicou.

Com a escuridão, Laura tenta se proteger com interfone e uma cerca elétrica, mas ainda tem medo. “Muitos usuários de drogas frequentam o lugar. Quem volta da escola a noite, tem muito medo”, contou.

A funcionária pública Paula Macena, 32, mora na esquina da rua sem nome. Há cinco anos no local, ela ainda se sente insegura. “É muito perigoso. Aqui no bairro já aconteceram muitos assaltos”, contou.

Também há trechos de vias movimentadas, como a  Avenida Heráclito Figueiredo, prolongamento da Avenida Ernesto Geisel, totalmente no escuro. Isto acontece na extensão entre a Rua do Seminário e o Conjunto Octávio Pécora. A avenida e a ciclovia ficam totalmente no breu. 

De acordo com a assessoria de imprensa da prefeitura, o serviço de manutenção da iluminação pública é rotineiro. Caso o morador perceba a falta de lâmpada, luz acesa durante o dia ou mesmo o braço danificado,ele pode ligar para o telefone 3314-3675 e informar o problema.

Em frente à Enersul, a Rua Wilson da Luz não possui iluminação (Foto: Marcelo Victor)Em frente à Enersul, a Rua Wilson da Luz não possui iluminação (Foto: Marcelo Victor)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions