A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

07/08/2013 17:04

Samu diz que até milionário “está fú...” se ficar doente em Campo Grande

Lidiane Kober
Coordenador do Samu desabafou via FacebookCoordenador do Samu desabafou via Facebook

Em meio ao caos na saúde em Campo Grande, o coordenador do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Luiz Antonio Tonhão, fez um desabafo, na noite de terça-feira (6), em sua página pessoal do Facebook. Ele disse que não há vagas no setor de emergência da rede privada e pública da Capital, nem mesmo em caso de “piripaque do governador” André Puccinelli (PMDB). A situação estaria tão complicada, que ele afirmou que se alguém “precisar de respirador, está fú...”.

“Amigos, não fiquem doentes de precisar de hospital; hoje a coisa tá feia de um jeito que se o governador, o presidente da Assembleia ou algum milionário tiver um piripaque que venha a precisar de respirador, ele tá fú... Não há como colocar nem a foto do paciente nos hospitais, nem na rede pública, nem na rede particular”, escreveu no facebook.

A situação se complicou desde a semana passada, quando o PAM (Pronto Atendimento Médico) do HU (Hospital Universitário) foi fechado pela Vigilância Sanitária por problemas estruturais. A instituição tem quatro leitos emergenciais, mas abriga até 60 pacientes nos corredores.

No total, Campo Grande, que beira a 800 mil habitantes, tem “apertado” 150 vagas emergenciais. Na terça-feira, a superlotação era tanta que foi necessário buscar socorro no Hospital de Aquidauana, que abriu cinco vagas. Na data, 26 pacientes de ortopedia estavam deitados nos corredores da Santa Casa.

O HR (Hospital Regional) de Campo Grande, por sua vez, abriga 22 pessoas em leitos emergenciais, mas, na manhã desta quarta-feira (7), 80 pacientes disputavam atendimento no local.

Diante da superlotação, a estratégia é deixar o máximo possível os pacientes nos postos de saúde da Capital. Somente os casos graves estão sendo encaminhados aos hospitais.

Ontem, após aguardar 12 horas por atendimento emergencial, uma senhora morreu na Santa Casa por problemas cardíacos. Na semana passada, outros dois pacientes foram a óbito nos postos de saúde por causa da falta de vagas nos hospitais.

Nesta quarta, a Prefeitura de Campo Grande acionou a Justiça para pedir a abertura imediata do PAM do HU. “O relatório da vigilância é exatamente igual ao apresentado em 2011 e nada foi feito. Nenhuma atitude foi tomada e se o PAM não foi fechado antes, não poderia ser fechado agora”, afirmou o procurador-geral do município, Luiz Carlos Santini



Uai, mas o problema não é a falta de médicos??? Os culpados pelo caos na saúde pública não é do "bando de mercenários" dos médicos?? Traz cubanos pra cá, quem sabe eles levam os pacientes para sua casa e cuidam deles por lá mesmo... Inclusive na casa dos cubanos eu soube que há respirador, laboratório, colchão de água, antibióticos de largo espectro, fonte de oxigênio... E mesmo assim os médicos, residentes e funcionários se submetem a engolir essas (des)condições, em prol de amenizar o sofrimento do próximo... Ainda vem gente desinformada e ignorante dizer que tem que trabalhar por amor, que quem é médico não tem q pensar em dinheiro, que essa história de estrutura é desculpa... Se isso não é amor à profissão, então eu não sei mais o que é...
 
VANESSA ANTUNES em 08/08/2013 20:10:53
??? .... Será que o Bernal fez tudo isso desde que assumiu a prefeitura ??
 
Ana Luiza em 08/08/2013 15:17:29
Antigamente falavam que o melhor hospital de Campo Grande, chama-se VASP, acredito que hoje chama GOL, TAM. Que calamidade. Engraçado em clínicas, hospitais particulares a Vigilância Sanitária autua e fecha, quando é órgão federal não pode fazer nada??? Aquele HU é uma espelunca!!!
 
Marcelo Joao em 08/08/2013 10:51:51
Ainda assim que tivemos nos últimos 16 anos prefeitos médicos...
 
Diego Santos em 08/08/2013 09:06:43
Meu DEUS... Que vergonha!!!
 
Suzi Garcia em 08/08/2013 08:36:37
a saúde pública, só iria melhorar se políticos e seus familiares também usassem o serviço público, más pergunte se o secretário de saúde usa, certamente ele e toda sua família tem plano de saúde.
 
valdir viana em 08/08/2013 08:22:36
Não tem vagas em hospitais, mas estádios novinhos e bilionários tem de monte pelo pais. vamos ficar ligados, daqui a pouco é eleição, aí sim, vamos mostrar nossa indignação nas urnas também não só nas ruas.
 
adriano Jose dos Santos em 08/08/2013 08:21:04
Teria que se apurar a quem interessa o caos que vive o setor de saúde, onde os hospitais não colocam os doentes em locais apropriados, amontoando os pobres coitados nos corredores, onde não recebem o tratamento adequado para os seus problemas e ficam sujeitos a serem contaminados por outras doenças, não tem explicação que uma Capital que nos últimos dezesseis anos foi administrada por dois médicos, não tenha conseguido nenhuma melhora para o setor, onde um diretor envolvido em um escândalo a nível nacional comprava com dinheiro do contribuinte camionete zero, para presentear namorado, até aplicação de silicone em regiões menos privilegiada da sua anatomia o dito cujo fez, resta a apurar quem bancou tal extravagância!!!!
 
Alberto Jorge dos Santos em 08/08/2013 08:19:57
QUE VERGONHA

QUE PALHAÇADA

QUE ROUBALHEIRA




nei salviano
 
nei salviano em 08/08/2013 08:19:36
Campo Grande vai de mal à pior independente de partido ou nome político.

Colega Dellano Araujo, sem politicagem aqui! Conforme a reportagem "O relatório da vigilância é exatamente igual ao apresentado em 2011 e nada foi feito." Repito: Em 2011 nada foi feito. Sacou?
 
Matheus Henrique em 08/08/2013 08:19:33
Sr. Dellano Araújo, o Sr. deve ser uma pessoa desequilibrada, pois o caos na saúde no estado não é de hoje ou de oito meses atrás, tempo que o prefeito assumiu a prefeitura, isso já é uma constante no nosso estado e ninguém teve capacidade de responsabilizar as pessoas que estão no poder.
 
Silverio Gomes em 08/08/2013 08:10:49
Olha Luiz Antonio Tonhão se algum milionário ficar doente ou ate mesmo uma autoridade eles vão imediatamente atender, pois eles têm prioridade e não a população isso o Doutor pode ter a certeza ele são capaz de tirar o respirador do pobre e o deixarele morrerem para atender os grandões.
O que esta acontecendo aqui em nosso Estado e a maior roubalheira da historia e nenhumas autoridades vão fazer nada, pois ate agora eles ficam em um jogo de empurra e empurra dizendo que quem deve fiscalizar isso é uma vergonha pra este povo que paga tantos impostos e na hora que mais ele precisa eles deixam morrer em um corredor de hospital ou nos posto de saúde.
Que papelão esses corruptos está fazendo...
 
Silas Antonio em 08/08/2013 08:06:04
Infelizmente a cada dia que passa vejo que nossa cidade está indo pro caos total, tanto na saúde, na educação, na coleta de lixo, até os cartões postais da cidade como a Casa do Papai Noel foi destruída, é uma pena.
 
Marcos Wild em 08/08/2013 07:43:26
Não se preocupe Dr. O Dórrrrrsaaaaa trata de todo mundo. Ele é o médico dos milllhhooonários.
 
Marcio Iltaqueu em 08/08/2013 07:40:59
só o governo estadual gastar menos com propaganda e investir na saúde .... a população sai ganhando com isso
 
daniel lopes em 08/08/2013 07:21:47
Bom se o governador precisar de atendimento, e só levar ele até onde esta sendo construído o aquário e pronto deixa ele la, talvez ele aprenda como gastar dinheiro público.
 
joao braz em 08/08/2013 07:08:56
E a Dilma vem dizer que a falta é de medico no Pais, essa mulher é louca, ela também é surda e cega, pois falta estrutura (hospital, maca, aparelhos, remédios, centro cirúrgicos, utis, respiradores etc.). não vai funcionar o MAIS MEDICO, pois esses não tem onde atender, internar, operar, tratar os pacientes. acorda dilma e padilha vcs estão tentando tapar o sol com a peneira.
 
paulo sergio em 07/08/2013 21:17:02
O imposto é pago, descontado em folha.
"Obrigado pela retribuição"
 
Vilton Vera em 07/08/2013 20:45:12
E o Bernal?????kkkkkkk ..... O bernal ta rindo da nossa cara! ...... Toma povo campo-grandense!!!!! esse eh o prefeito q vcs elegeram!
 
Dellano araujo em 07/08/2013 19:33:49
Meeu Deus! Que descuido é esse com a saúde? Quero ver até quando.
 
Cinthya Thaynara em 07/08/2013 18:36:08
Será que a culpa é do Bernal? que em seis meses sucateou toda a saúde?
 
clodoaldo lemes de souza em 07/08/2013 17:40:01
E o maravilhoso ministro da Doença fica com esse blá, blá,blá de falta de médicos. Se faltam médicos, certamente não são os pouco qualificados, esses abundam em grande quantidade pelo país. O que faltam são gestores, médicos qualificados e investimentos sérios em saúde! Um aquário de 100 milhões; estádios de 1,5 bilhões, roubalheira desenfreada e outros desperdícios totalmente evitáveis, se esses recursos fossem canalizados para a saúde certamente não deixariam o problema chegar no nível em que está!!
 
Laércio Miranda em 07/08/2013 17:34:02
Que belo argumento Sr Luiz Carlos Santini... quer dizer que é assim, funcionou até agora capengando pra que arrumar né... e é só fumo no ser que precisa de atendimento médico de urgência... Papelão.
 
vanessa schroder em 07/08/2013 17:31:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions