A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

13/07/2016 11:30

Sedada, policial que matou o marido deve depor entre hoje e amanhã

Fernanda Mathias e Mara Riveiros
Advogado da tenente coronel  que mantou o marido, o advogado José Rosa esteve na delegacia para explicar que ela está sedada e não pôde prestar depoimento (Foto: Marina Pacheco)Advogado da tenente coronel que mantou o marido, o advogado José Rosa esteve na delegacia para explicar que ela está sedada e não pôde prestar depoimento (Foto: Marina Pacheco)

Sedada e com acompanhamento médico, a tenente coronel da Polícia Militar Itamara Romero Nogueira, suspeita de matar a tiros o marido Valdeni Lopes Nogueira, major da PM, está em um quartel e deve depor somente no período da tarde ou amanhã de manhã.

“Ela está muito abalada”, diz o advogado da policial, José Roberto Rosa. Ele reforçou que Itamara foi vítima de violência doméstica, que já ocorria há tempos, e desta vez, agredida com socos e tapas, teria sido ameaçada de morte pelo marido.

José Rosa esteve esta manhã na 7ª Delegacia de Polícia, onde informou a situação da policial ao delegado Cláudio Zotto. O delegado não falou com a imprensa.

Dois tiros – Segundo vizinhos, o casal discutia em casa, no bairro Santo Antônio e por volta das 16h30 houve pelo menos dois disparos. Com a chegada da PM, Itamara teria se trancado na residência e se negado a entregar a arma, mas acabou deixando a casa, coberta por um lençol. Em estado de choque, foi internada.

Valdeni, que também era cantor sertanejo, foi resgatado por uma equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos em morreu por volta das 19h enquanto passava por uma cirurgia.

O corpo foi velado em Campo Grande durante a madrugada e às 10h segue para Amambaí, onde receberá homenagens pela corporação e deve ser enterrado às 15h.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions