A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

11/09/2011 08:29

Segurança é morto a tiros em casa noturna e dois jovens são presos

Nadyenka Castro e Ana Paula Carvalho

Jhon Eder Cortiana Gonçalves, 33 anos, tentou conter grupo que após ser retirado do Vodoo, danificava veículos em frente ao local

Diego diz que foi ele quem atirou no segurança da casa noturna. (Foto: Simao Nogueira)Diego diz que foi ele quem atirou no segurança da casa noturna. (Foto: Simao Nogueira)
Na calçada do bar ficaram manchas de sangue e a camiseta da vítima. (Foto: Simão Nogueira)Na calçada do bar ficaram manchas de sangue e a camiseta da vítima. (Foto: Simão Nogueira)

O segurança Jhon Eder Cortiana Gonçalves, 33 anos, morreu por volta das 3 horas deste domingo atingido por dois tiros, em frente à casa noturna onde trabalhava, localizada na rua 13 de Junho, área central, em Campo Grande.

Dois jovens estão presos pelo crime. O pai da vítima, Livercídeo Gonçalves da Silva, 65 anos, ficou frente a frente com os assassinos do filho.

Colega do trabalhador, João Antônio dos Santos Cardoso, 22 anos, testemunhou o caso. Ele conta que em um determinado momento um dos rapazes presos pegou sem pedir uma garrafa de vodka do bar.

Ele tentou conversar com os clientes, mas um deles desferiu uma garrafada em sua cabeça. Diante da situação, outros trabalhadores do Voodo tiraram os jovens do bar.

Os rapazes então passaram a danificar veículos estacionados na via pública. Jhon Eder saiu da casa noturna para conter os autores e acabou atingido por dois tiros.

O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado, mas o segurança chegou morto na unidade de saúde do bairro Coronel Antonino.

Jhon Eder trabalhava no local desde que o bar inaugurou, no ano passado. A esposa dele era caixa e ajudava na limpeza do local. Colegas da vítima não deixaram a mulher ver o marido ferido. O casal tem uma filha de seis anos.

O pai da vítima diz que os autores do crime estavam aparentemente embriagados e sob efeitos de entorpecentes. Livessídio diz não estar revoltado com a situação, apenas quer Justiça. “Não estou revoltado, só quero que a Polícia trabalhe”, diz.

Dois dos envolvidos foram presos por policiais militares do 1º Batalhão na avenida Afonso Pena, perto da avenida Bandeirantes. São eles: Diego Ferreira de Souza, 23 anos, e Janquiel Marques da Silva Júnior, 22 anos.

Diego disse à Polícia que foi ele quem atirou no segurança. No entanto, testemunhas afirmam que foi Janquiel. Exame residuográfico irá apontar o autor dos disparos.

Um outro rapaz, de 20 anos, chegou a ser detido junto com Diego e Janquiel, apontado como o responsável pela garrafada no outro segurança. No entanto, ele nega. "Se tiver uma camêra lá [Vodoo] vai mostrar que estou dizendo a verdade. Eu abracei minha esposa para protegê-la", defende-se.

Outro caso - Em março deste ano, o segurança Jéfferson Bruno Escobar, 23 anos, também foi morto por um cliente da casa noturna onde trabalhava. O acusado, o bacharel em direito Cristhiano Luna, foi preso em flagrante, mas, já está em liberdade.

Brunão, como a vítima era conhecida, tirava Cristhiano do bar após o rapaz ter se envolvido em confusão com um garçom do bar. Ele então foi atingido por socos e morreu.

O caso está com a Justiça. A defesa de Cristhiano alega que o réu não teve in tenção de matar o segurança e que a morte aconteceu devido a massagens cardíacas erradas.

Pai de Jhon diz que não está revoltado e quer punição aos autores do crime. (Foto: Simão Nogueira)Pai de Jhon diz que não está revoltado e quer punição aos autores do crime. (Foto: Simão Nogueira)
Dois presos pela morte do segurança. Eles foram encontrados na Afonso Pena. (Foto: Simão Nogueira)Dois presos pela morte do segurança. Eles foram encontrados na Afonso Pena. (Foto: Simão Nogueira)


fiquei sabendo que deran um pro cara que mato meu tio um tipo de liberdade provizoria eu acho isso meio que sem sintido ,como que um assasino fica salto nao isso so acontese no brasil esse cara tinha que ta preso numa solitaria pra ele fefleti muito bem o que ele feiz agora penssa que nata e esse que a minha prima vai te seu seu pai .. as altoridades nao pode decha esses caras soltos eu suplico..
 
kerollayn cortiana em 16/12/2011 02:50:16
Eu não acredito ate agora que meu amigo se foi... Podia ser um sonho jhon...
Vc foi uma pessoa muito especial pra nos aq do condominio...
Era uma pessoa muito amada aq...
Descanse em Paz meu Amigo ...
E que a justiça seja feita a esses Bandidos que tiraram a sua vida covardemente...
:(
 
claudia de sousa ferreira em 12/09/2011 10:20:39
Até quando a violência vai prevalecer? Justo em um evento onde todos os artistas que se apresentaram falavam de PAZ! É revoltante um marginal estragar a vida de uma pessoa com esse descaso, tomara que seja punido como se deve!
 
Juliana Marcondes em 12/09/2011 09:42:54
Virou moda agora matar seguranças em CG?Será que os autores vão receber a mesma pena branda do réu que matou Jefferson Bruno?Pois, se isso ocorrer teremos a resposta afirmativa da primeira pergunta.
 
Ana Carolina Lopes em 11/09/2011 12:20:00
Mais um caso que vai ficar em vão. alem de Brunão, esse é mais um caso na estatisca dos acontecimentos ! até quando vamos ter segurança nesse pais ?
tenho certeza que esses marginais não vão presos

Lamentamos pelos familiares das vitimas e que Deus abençoes a todos

Alhias aki é o BRAsil KKKKKKKKKKKKKK
 
ADEMIR A. SANCHES em 11/09/2011 11:57:09
Choro junto com minha filha e familiares a morte de meu esposo. Minha indignação é saber que o mesmo estava defendendo o sustento da nossa família e sua vida é ceifadas por esses animais que já saem de casa com a intenção de matar.
 
Viviane Kaipper em 11/09/2011 11:24:08
Até quando vamos admitir que seguranças de Campo Grande percam a vida no cumprimento do trabalho?
Até quando vamos admitir que vagabundos tirem a vida de pais de família?
Nossa família chora pelo nosso querido John Eder Cortiana Gonçalves.
 
Dione Marisa Jordão em 11/09/2011 11:14:32
Infelizmente com uma dor no coração venho falar que mais uma vitima morre por nada, e essa vitima é meu tio... E infelizmente morre trabalhando ganhando o pão nosso p sustento de sua família... Até quando vai acontecer isso??? E essas pessoas vai ficar impune??? Queremos JUSTIÇA só isso!!!!
 
Reinaldo Jordão em 11/09/2011 10:54:37
Que absurdo. Agora virou moda isso?
É uma falta de respeito com todos nós.
A pessoa estar trabalhando, cumprindo com o seu papel como segurança, e aparece um moleque deste e destrói completamente uma família.
Onde este mundo vai parar?
Cade a justiça nestes casos?
 
Elisangela Matoso em 11/09/2011 10:43:50
Nossa! Meus sentimentos a Familia do jhon... To chocada com oq aconteceu com meu Amigo e espero que esses culpados paguem pelo que fez com ele...
O jhon era uma pessoa maravilhosa, vai fazer muita falta...
 
claudia de sousa ferreira em 11/09/2011 10:09:31
Esses jovens de hj não sabem se divertir , estão muito agressivos, agora vão amargar anos de cadeia .Bem feito para aprenderem a dar valor à vida e liberdade.
 
Antonio Quebrado em 11/09/2011 10:00:14
Bom mais neste caso o segurança deveria ter chamado a polícia ao invés de ir pra rua, uma vez que ele não tinha porque cuidar de carros estacionados em via pública, mais um caso lamentável, e já até imaginamos o desfecho.
Provavelmente filhos de família rica e vão sair logo da cadeia.
 
Oswaldo Benites em 11/09/2011 09:57:59
Infelizmente ocorreu isso com esse segurança o Jhon, estou de luto hoje pois ele era uma pessoa querida e honesta ;( que o SENHOR venha consolar o coração de seus familiares ..
 
Peterson de Almeida Chamorro em 11/09/2011 09:56:03
E essa galera do rap continua sujando a moral. Sempre que penso em rap, penso em 'maloqueiro', ladrão, marginal... Ontem o show tinha tudo pra ser o máximo, um lugar bacana e o Criolo um ótimo artista, mas lamentavelmente, existe esse ser (que nem sei se posso chamar de humano) que só pensa em se dar bem e esquece da vida alheia. Pra mim, esse tipo de gente não tem concerto, por isso sou a favor da pena de morte pra esse tipinho aí.
 
Thais Mendes Sampaio em 11/09/2011 09:26:59
Justiça se faz na hora, sem audiência jurídica (urubus financeiros) e exigir explicações para atos inexplicáveis. A situação está mais do que óbvia: BANDIDOS VIVEM, CIDADÃOS MORREM.
 
Guilherme de Almeida Santos em 11/09/2011 09:12:09
A Polícia trabalha, o problema é a justiça. Que Deus de o conforto aos familiares da vítima.
 
SIDNEI GARCIA DE FREITAS em 11/09/2011 09:08:00
ISTO É EFEITO DA IMPUNIDADE,AINDA NEM "ESFRIOU" O FATO DAQUELE OUTRO CRIME "CASO BRUNÃO",QUE FOI MORTO NESTAS CASA NOTURNAS,ONDE É LIVRE O CONSUMO DE TUDO QUE "PODE E NÃO PODE",ALEM DO FATO DE QUE COM CERTEZA LOGO ESTARÃO NAS RUAS,E VOLTANDO A PRATICAR CRIMES DE NOVO,POIS"PAU QUE NASCE TORRO,MORRE TORTO",ESTES AGRESSORES DE AMBOS OS CASOS,NÃO TEM UMA COISA QUE MUITOS TEM,"FAMÍLIA",POIS QUEM TEM SEUS PAIS ,SEMPRE EDUCANDO,ORIENTANDO E PRINCIPALMENTE "NÃO ACOBERTANDO" ATOS DESTES TIPO,NÃO COMETE TAL ABSURDO, LAMENTÁVEL,QUE MAIS UMA MÃE,PAI E FAMILIA,PERDE UM ENTE QUERIDO,E COM TODA CERTEZA, OS "ADVOGADOS"IRÃO REVERTER O CASO,E COMO SEMPRE "QUEM MORREU" ESTAVA ERRADO.
 
cristina mendes carli em 11/09/2011 09:04:15
Para que casas noturnas abram suas portas, teria que o Estado cobrar taxas mais elevadas para bancar os custos e colocar policiamento ostencivo no local para dar segurança na parte externa durante todo o periodo em que permanecesse em funcionamento , desta maneira qualquer anormalidade causada fora do estabelecimento ou mesmo dentro os policias, estariam prontos para agir, evitando assim que seguranças pais de familia colocassem em risco as próprias vidas.
 
porfirio vilela em 11/09/2011 08:55:44
conheço a vitima, ele era um rapaz muito especial aqui no condominio ende trabalhava durante o dia.
Espero que seja feita justiça
 
valdecir allebrandt em 11/09/2011 04:12:42
E que lição tiraremos de mais essa barbárie? Será que a noite de Campo Grande será sempre ditada por maloqueiros e mauricinhos arruaceiros?

Quantos Batatas, Brunos e Jhons perderão suas vidas em seus locais de trabalho por causa de imbecis como estes? Até quando a justiça permanecerá de olhos fechados e devolvendo às ruas seus assassinos?

É só alegar insanidade, dizer que foi agredido que está tudo bem, pode matar?
 
Leonardo Abdalla dos Reis em 11/09/2011 02:09:56
Desejo que a família que é uma família formada por gente trabalhadora, como John, pessoas honesta, que vivem agora a dor de serem roubadas da presente do seu filho, irmão, desejamos a verdadeira justiça, que não seja mais uma morte esquecida e em vão. Forças amigos queridos. André Oliver
 
Andréa Ferraz Oliver em 11/09/2011 02:07:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions