A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

26/06/2012 08:12

Homem de 59 anos oferecia doces para estuprar criança de 4 anos

Mariana Lopes

Segundo a polícia, ela e a irmã, de 6 anos, sofriam abuso sexual e há suspeita de que o homem estuprou mais quatro crianças.

Computador do homem foi apreendido e passará por perícia (Foto: Minamar Júnior)Computador do homem foi apreendido e passará por perícia (Foto: Minamar Júnior)

A denúncia veio após o autor, um homem de 59 anos, ter negado doce a uma das crianças que ele estuprava e ainda ter batido na menina. Segundo a polícia, ela e a irmã, de 4 e 6 anos, sofriam abuso sexual há algum tempo.

A garota contou à mãe sobre o estupro porque o acusado se negou a dar o doce e bateu nela. A mãe das meninas acionou a polícia militar, na noite de ontem, e fez a denúncia contra o vizinho. Eles são moradores da Cidade de Deus, no bairro Dom Antônio Barbosa, em Campo Grande.

Na casa do acusado, a polícia encontrou imagens pornográficas e de crianças arquivadas no computador dele. A informação inicial é de que ele chantageava as meninas a praticarem sexo oral nele.

De acordo com a Polícia Civil, o acusado confessou o estupro e disse que as imagens encontradas no computador dele são fotos baixadas de internet. Há suspeita de que outras quatro crianças também tenham sido vitimas de abuso sexual.

As duas crianças foram encaminhadas ao Imol (Instituto Médico Odontológico Legal) para exame de corpo de delito, mas já estão em casa. O computador do acusado será entregue à Perícia.

O acusado, preso ontem à noite, foi detido na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) do bairro Piratininga e será encaminhado à Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente). O caso será tratado como estupro de vulnerável.



Como essa mãe deixava essas crianças saírem sozinhas isso só poderia acabar nessa tragédia.Como esse homem tem coragem de fazer isto com crianças que coisa feia,esse homem tem que ficar mas tempo na cadeia ate morrer porque isso não se faz.Principalmente com crianças.E será que a mãe não percebeu que a filha estava diferente.Agora vocês país tomem muito cuidados com seus filhos
 
Karolyne Fernandes Teixeira em 27/06/2012 07:56:04
Famílias desestruturadas, nesse bairro a coisa mais comum de se ver é criança, bairro pobre cheio de crianças, Brasil é assim mesmo, aparece um indivíduo desses e se aproveita dessas condições.
 
Roberto Inzagaki em 26/06/2012 03:20:00
E como essa mãe deixava essas meninas de 4 e 6 anos tanto tempo sem vigilância? Por isso foram vítimas, pois além de ter um vizinho desses, tinham uma mãe que nem sabia onde as duas crianças pequenas estavam.
 
Ana Julia Ferreira em 26/06/2012 01:44:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions