A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019

14/03/2016 11:51

Sem tratamento, homem que matou irmão agredia todos na família

Viviane Oliveira e Luana Rodrigues
Local onde o crime ocorreu. (Foto: Marcos Ermínio) Local onde o crime ocorreu. (Foto: Marcos Ermínio)

Sem tratamento adequado, Alberto Almeida Farias, 37 anos, que matou o irmão com golpe de espeto no pescoço, na noite de ontem (13), sofre de esquizofrenia e sempre agredia a família, segundo relatos dos vizinhos na manhã desta segunda-feira (14).

O crime aconteceu na Rua Clemencia de Tito, no Conjunto Residencial Estrela do Sul, em Campo Grande. Gilberto Almeida Faria, 35 anos, chegou a ser socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu.

A dona de casa de 63 anos, que pediu para não se identificada, contou que mora no bairro e conhece a família há mais de 30 anos. Segundo a mulher, o pai dos meninos morreu e a mãe ficou com os três filhos, Gilberto que morava com a esposa no local, Alberto e a irmã, que também tem problemas psicológicos.

Segundo a vizinha, a vítima brigava com o irmão para defender a mãe e a irmã, que eram agredidas por Alberto. “Eles não vão ao médico e tomam remédio por conta própria, mas as vezes ficam sem medicação”, diz a idosa. Ela acrescenta que Alberto já foi internado por problemas psicológicos e que a mãe teria o retirado da clinica.

Os moradores da região temem que o rapaz continuem sem tratamento e volte para o bairro. “Não dormi esta noite. Foi um susto muito grande”, lamenta uma senhora de 58 anos. A aposentada, que mora em frente a residência da família, estava em casa, quando ouviu gritos.

A vítima ainda caminhou até o portão da vizinha, onde pediu socorro. (Foto: Marcos Ermínio) A vítima ainda caminhou até o portão da vizinha, onde pediu socorro. (Foto: Marcos Ermínio)

E ao sair para ver o que acontecia se deparou com o rapaz no seu portão pedindo socorro. “Gilberto estava muito ferido e perdendo sangue. Ele agonizou muito antes de morrer”, conta a moradora ainda assustada com a cena. O Corpo de Bombeiros foi acionado e socorreu o rapaz, que não resistiu ao ferimento e morreu no Posto de Saúde da Coronel Antonino.

O caso - Conforme boletim de ocorrência, a polícia foi acionada para atender uma briga de família e quando chegou ao local foi informada pela mãe da vítima, que seus filhos se agrediram e Alberto Almeida usando um espeto de assar carne atingiu o irmão, Gilberto, com um golpe pescoço.

O autor foi preso em flagrante dentro da casa. À polícia, os vizinhos informaram que Alberto é esquizofrênico, tem mentalidade de criança e que estava há dias sem tomar a medicação. Ele está internado na Santa Casa sob escolta e passa por avaliação psiquiátrica.

Doente mental usa espeto para matar irmão com golpe no pescoço
Homem de 35 anos foi morto pelo irmão com golpe de espeto no pescoço por volta das 22h30 de ontem (13), na Rua Clemencia de Tito, no Conjunto Residen...
Carro capota na Gunter Hans e motorista acaba preso por dirigir bêbado
Maycon Roberto dos Santos, 29 anos, capotou o carro que conduzia e acabou preso por dirigir bêbado. O caso aconteceu na madrugada desta quinta-feira ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions