ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Sem vacina, Capital tem recorde de 30 mortes

O vírus já causou 3.112 mortes na cidade, desde o início da pandemia

Por Adriano Fernandes | 15/06/2021 19:24
Enterro de vítima da covid-19 na Capital. (Foto: Kísie Ainoã) 
Enterro de vítima da covid-19 na Capital. (Foto: Kísie Ainoã)

Campo Grande registrou 30 mortes por covid-19 nas últimas 24h, maior número desde o início da pandemia do novo coronavírus. O recorde anterior havia sido registrado no dia 25 de março, quando 25 óbitos foram confirmados pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).

O vírus já causou a perda de 3.112 vidas e infectou 112.184 pessoas, em Campo Grande. 108.039 pessoas conseguiram se recuperar, mas 521 pacientes ainda lutam pela vida nos hospitais. A maioria (269) está na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) e 244 estão em leitos clínicos.. Outros 512 moradores estão em isolamento domiciliar. Já os casos suspeitos, são 1.816, segundo o boletim epidemiológico divulgado pela secretaria.

Crítico - Campo Grande bateu novo recorde de mortes enquanto enfrenta a falta de vacinas e, consequentemente, baixo índice de cobertura vacinal. Há quatro dias que ninguém é vacinado contra a covid-19 na Capital, por atraso do Ministério da Saúde no envio das doses.

Apenas 134.901 pessoas já se imunizaram com duas doses do imunizantes contra à covid-19, correspondendo a 14,89% da população geral da Capital. O recomendável é 90%, conforme a OMS (Organização Mundial de Saúde). Enquanto isso, prefeitura e Estado, não chegam a um consenso sobre a necessidade de fechar serviços não essenciais, diante do alto risco de contágio pela doença na cidade.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário