A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

17/07/2014 19:30

Semadur vai retirar as antenas irregulares e deve aumentar cai cai

Zana Zaidan
Borges dos Santos afirmou que operadoras têm antenas irregulares na Capital (Foto: Marcelo Calazans)Borges dos Santos afirmou que operadoras têm antenas irregulares na Capital (Foto: Marcelo Calazans)

Apontada como um dos fatores que geram o “cai cai” nas ligações entre celulares, a falta de antenas das operadoras para melhorar o sinal pode se agravar em Campo Grande, caso não seja providenciada a instalação de novas. Isso porque, segundo a Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), vários dos equipamentos estariam irregulares e as empresas receberam notificação para retirá-los.

O secretário da pasta, João Alberto Borges dos Santos, divulgou a informação durante audiência da CPI da Telefonia, realizada hoje (17). A Semadur foi chamada depois que as operadoras alegaram não conseguir instalar novas antenas por causa da legislação de Mato Grosso do Sul, que seria impeditiva. No entanto, os esclarecimentos foram prestados pela secretaria que atua no âmbito da Capital.

Conforme Santos, 40 processos de pedidos de instalação aguardam liberação, enquanto há “diversas” notificações para que as empresas retirem antenas já colocadas. O número exato não foi informado pelo secretário durante o depoimento à CPI. Uma das irregularidades, exemplificou, são equipamentos instalados a menos de 500 metros de distância um do outro, ou próximos de escolas, cuja legislação local proíbe.

Antenas – As empresas não informaram quantas antenas existem no Estado, mas, durante a CPI, se comprometeram a instalaram novas até o final do ano. A Vivo anunciou 12 e a Claro – a mais reclamada nos órgãos de defesa do consumidor - 226. Oi e Tim não especificaram o número de equipamentos ao anunciar investimentos.

Na audiência de hoje, foram ouvidas ainda a empresa Net e a Anatel (Agência Nacinal de Telefonia), além da presença de representantes do MPE, Procon/MS e Defensoria Pública.

(Matéria editada para correção de informações)



A Claro vai instalar 226 antenas, então ela quase não tem antena, por isso que o sinal da Claro é uma porcaria.
 
Marcos Wild em 17/07/2014 23:58:51
Parabéns a nossas "autoridades" obrigar a operadora retirar a antena é mais fácil do que incentivá la a melhorar o serviço, legislação que só prejudica o consumidor, é assim que nosso governo trabalha para "desenvolver" o estado.

Ridículo isso.
 
Oswaldo Ferreira em 17/07/2014 23:49:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions