A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/04/2013 09:44

Sesau diz que paciente que esperou 12h para ser transferida recebeu assistência

Viviane Oliveira
A aposentada foi liberada depois de 12 horas de trabalho. (Foto: Marcos Ermínio)A aposentada foi liberada depois de 12 horas de trabalho. (Foto: Marcos Ermínio)

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) informou que a paciente Sebastiana Galeano, de 64 anos, que teve que esperar 12h no Centro Regional de Saúde 24 horas do bairro Guanandi para receber atendimento médico especializado, foi encaminhada para a Santa Casa consciente e orientada com crise de vesícula.

Ainda conforme a Sesau, a paciente deu entrada no posto de saúde às 2h37 de ontem com dor lombar, dor de cabeça e enquanto aguardava a transferência para o hospital recebeu os cuidados necessários da equipe médica do posto. 

Na versão da família além da espera, Sebastiana ainda recebeu diagnóstico errado quando chegou à unidade de saúde. A aposentada deu entrada no posto 1h30 reclamando de dores nas costas e às 8h recebeu atendimento para infecção urinária. 

Neste período, ela teve dois princípios de infarto e só às 8h, seis horas e 30 minutos depois, um novo médico constatou que se tratava de um problema no coração.

Segundo a família, este profissional solicitou um raio X que apontou que duas veias do coração estavam inchadas. Ele então pediu que fosse feita a transferência de Sebastiana para a Santa Casa, onde receberia atendimento com um cardiologista.

Por recomendação médica a idosa só poderia ser transferida em uma ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Médico de Urgência). Somente às 14h45, depois de 12 horas entre diagnostico errado e espera, Sebastiana foi transferida para Santa Casa.

 



história estranha.....realmente tem que ser apurado o que aconteceu.
 
marcel dos santos nobre em 18/04/2013 00:09:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions