ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  20    CAMPO GRANDE 32º

Capital

Silêncio e tristeza marcam velório de corretora de imóveis assassinada

Corretora foi encontrada morta em matagal, na região do Bairro Los Angeles

Por Dayene Paz e Antonio Bispo | 23/05/2024 08:59
Familiares e amigos durante o velório de corretora de imóveis. (Foto: Henrique Kawaminami)
Familiares e amigos durante o velório de corretora de imóveis. (Foto: Henrique Kawaminami)

O silêncio marcou o velório da corretora de imóveis Amalha Cristina Mariano Garcia, de 43 anos, assassinada e encontrada em um matagal, no Jardim Los Angeles, em Campo Grande. O caso ainda é um ponto de interrogação para os familiares e também para a investigação policial.

A reportagem do Campo Grande News acompanhou de longe o velório, na manhã desta quinta-feira (23), no Cemitério Memorial Park, no Bairro Universitário, e tentou conversar com os familiares. Mas, muito emocionados na despedida da corretora, preferiram não conversar. O corpo será sepultado às 9h30.

Amalha foi encontrada morta na tarde de terça-feira (21) por equipe de seguranças que faziam treinamento na região do porto seco, no Bairro Los Angeles. A vítima estava com o rosto bastante machucado e jogada em área de mata, perto de uma árvore. A polícia apurou que houve luta com o agressor, até a vítima ser morta e arrastada para o matagal.

Amalha Mariano, em foto publicada no Facebook. (Foto: Redes sociais)
Amalha Mariano, em foto publicada no Facebook. (Foto: Redes sociais)

No local também foram encontrados um par de sandálias, um brinco, uma corrente e cinco pulseiras. O carro da vítima, um Jeep Renegade branco, e o celular sumiram após o crime.

Um suspeito chegou a ser detido por volta do meio dia desta quarta-feira (22) em Ponta Porã, cidade a 313 quilômetros de Campo Grande. O homem seria morador da cidade e teve o nome levantado como suspeito em depoimento de um dos familiares de Amalha.

A corretora teve um relacionamento amoroso com ele no ano passado e antes de aparecer morta, falou para uma amiga que encontraria com um “ex-paquera” para receber um dinheiro. No entanto, não há confirmação de que o homem detido seria o ex com quem Amalha se encontraria.

O caso ainda não tem uma linha de investigação, por isso, não foi distribuído à nenhuma delegacia de Campo Grande. Todas as forças policiais estão empenhadas para solucioná-lo.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias