A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

06/08/2015 20:17

Sindicato dos Radialistas repudia violência contra profissionais no Estado

Thiago de Souza

O Sintercom/MS (Sindicato dos Radialistas e Publicitários Profissionais de Mato Grosso do Sul) divulgou nesta quinta-feira (6), uma nota na qual repudia atos de violência contra radialistas em Mato Grosso do Sul. A posição do sindicato se deu um dia após o locutor Aílton Ferreira de Oliveira, 34, conhecido como “Verdinho”, ser executado com cinco tiros, em Itaquiraí, a 407 quilômetros de Campo Grande. 

A nota destaca que a violência contra os profissionais do setor é crescente, principalmente no interior do Estado, mais especificamente na região de fronteira. Fala ainda, da importância do rádio na difusão de ideias e como instrumento de defesa dos interesses de uma comunidade e dos cidadãos de bem.

O texto pede que o Poder Judiciário aja com mais eficácia no que diz respeito a segurança dos profissionais.

O sindicato finaliza com a mensagem de que a categoria não vai se intimidar perante o que chama de “atrocidades e barbáries” contra os radialistas. 

Confira nota do Sindicato dos Radialistas, na íntegra.

 

MANIFESTO CONTRA A VIOLÊNCIA AOS RADIALISTAS DE MS

O Sindicato dos Radialistas de Mato Grosso do Sul - SINTERCOM/MS, vem a público repudiar qualquer forma ou ato de violência que atinge diretamente os profissionais Radialistas em nosso Estado.

Sabemos que o microfone ‚ um meio de difundir as ideias e os ideais de uma sociedade e torna-se um importante instrumento para os profissionais Radialistas usarem na defesa de interesses de uma comunidade e dos cidadãos de bem.

Ficamos indignados e estarrecidos com a crescente violência contra os nossos profissionais, principalmente nos municípios do interior e precisamente nas linhas fronteiriças de nosso Estado.
Querem calar os trabalhadores Radialistas, querem cessar as suas vozes de uma forma totalmente reprovável. O ultimo crime bárbaro, aconteceu nesta quarta-feira (05/08), onde o Radialista Ailton Ferreira de Oliveira, foi brutalmente assassinado no município de Itaquiraí.

Conclamamos o nosso Poder Executivo de Mato Grosso do Sul, por intermédio de suas organizações de Segurança Pública (Polícia Civil e Polícia Militar) para que tomem as devidas providências possíveis, na elucidação deste caso.

Conclamamos também o nosso Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul, para que possa agir com mais eficácia no que tange a segurança de nossos profissionais, pois ao serem ameaçados, os mesmos vão sempre recorrer ao nosso Poder Constituído, numa forma de buscar proteção e segurança de vossas vidas.

Não nos intimidamos por atos inescrupulosos que vem ferindo nossa comunicação e nossos profissionais. Precisamos sim, de respeito e segurança no desempenho de nossas funções.

Não vamos nos calar diante de tais atrocidades e barbáries que tentam inibir o exercício de nossa profissão!!!
Avante Radialistas Sul-Mato-Grossenses!!!

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions