ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUINTA  21    CAMPO GRANDE 22º

Interior

Dois acusados de envolvimento na morte de radialista são presos em Brasilândia

Por Liana Feitosa | 03/06/2015 15:32
Radialista havia se mudado para Brasilândia recentemente. (Foto: Reprodução/ Facebook)
Radialista havia se mudado para Brasilândia recentemente. (Foto: Reprodução/ Facebook)

Dois acusados de envolvimento na morte do radialista Deivid Silva, vítima de assalto ocorrido no último domingo (31) em Brasilândia, a 355 quilômetros de Campo Grande, foram presos pela PM (Polícia Militar) de Brasilândia.

Natural de Três Lagoas, Deivid foi morto com um tiro na cabeça durante um assalto na cidade vizinha. A prisão, resultado de investigação da Polícia Civil de Brasilândia, foi executada em conjunto com a PM.

De acordo com o site TL Notícias, foi detido um adolescente de 17 anos e um jovem de 21 anos foi preso, ambos de Brasilândia.

A polícia encontrou os suspeitos após abordagem de rotina ocorrida por volta das 22h30 da terça-feira (2) na área central de Brasilândia. Ao ser questionado, o maior de idade logo delatou todos os comparsas.

No início da entrevista policial, o suspeito tentou mentir para os policiais, mas entrou em contradição diversas vezes e acabou confessando o crime e, inclusive, relatou como a ação ocorreu.

Ele também "entregou" outros dois participantes, um morador de Três Lagoas, ainda foragido, e o adolescente que foi apreendido minutos depois.

A dupla foi encaminhada ao Distrito Policial. As detenções ocorreram três dias após o crime. A principal hipótese é que a ação tenha sido latrocínio.

O terceiro envolvido é procurado também em Três Lagoas e região. Ainda segundo o TL Notícias, acredita-se que o foragido tenha abandonado o carro GM Agile encontrado na cidade de Nova Andradina na tentativa de despistar a polícia.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário