A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/04/2014 16:29

Sorriso marca a nova vida de quem foi refém do marido por 22 anos

Mariana Lopes
Agora, na casa dos pais e em liberdade, Cira é só alegria (Foto: Cleber Gellio)Agora, na casa dos pais e em liberdade, Cira é só alegria (Foto: Cleber Gellio)

O esforço de não olhar para o passado é grande. E a vontade de recomeçar do zero e dar um novo rumo à vida é ainda maior. Hoje, aos 44 anos, Cira da Silva praticamente nasceu outra vez e comemora uma vitória que é até difícil de ela descrever: a felicidade de voltar para a casa dos pais e receber o amor da família, após 22 anos de cárcere privado que sofreu nas mãos do ex-marido.

Depois de todo o sofrimento que ela e os filhos passaram, nada mais justo que agora os dias sejam marcados pela alegria. E assim estão sendo. O Campo Grande News chegou à casa dela em um início de tarde, e Cira esperava a equipe de reportagem na porta, arrumada e com um sorriso de orelha a orelha no rosto.

Como a casa não tem muro, avistamos Cira ainda da rua, aparentemente ansiosa pela entrevista. Chegamos e fomos direto para a sala. Em pouco tempo, estava praticamente toda a família junto, acompanhando cada detalhe da nova vida dela.

O bate-papo começou animado e com Cira contando como foi estar em um programa global. “Eu sonhava com isso, fiquei muito feliz por estar lá, gostei de tudo, até brinquei no quarto do hotel com minha irmã”, disse ela, com uma simplicidade quase de criança.

Cira foi para a casa dos pais no início da semana passada. Nem deu tempo de curtir a família e ela já recebeu uma ligação da produção do Mais Você, apresentado por Ana Maria Braga, para participar de um bloco do programa. No outro dia, ela estava no Rio de Janeiro.

De Campo Grande direto para o Projac. Na viagem, ela experimentou sensações pela primeira vez na vida, como andar de avião e molhar os pés na água do mar.

Cira ganhou, da apresentadora Ana Maria Braga, dois bonecos do Louro José (Foto: Cleber Gellio)Cira ganhou, da apresentadora Ana Maria Braga, dois bonecos do Louro José (Foto: Cleber Gellio)

Além da “fama de 15 minutos”, Cira ainda ganhou de Ana Maria Braga um tratamento dentário e uma “surpresa”: a produção do programa prometeu um passeio com ela e os filhos, já que eles ficaram tristes por não terem ido viajar com a mãe.

Recomeço – Daqui pra frente, Cira afirma que só quer pensar nela e nos filhos. “Quero cuidar deles, cuidar de mim, voltar a estudar e arrumar um emprego”, enfatiza ela, que não sabe ler nem escrever, pois concluiu só até a primeira série do ensino fundamental.

As crianças, de 15, 13, 9 e 5 anos, já estão indo para a escola e tentam, aos poucos, também retomar uma vida normal. Do pai, Cira garante que eles nem perguntam. “Eles têm medo do pai”, diz ela, encurtando o assunto que prefere nem lembrar.

Na semana, ela e os quatro filhos iniciam uma nova etapa do tratamento psicológico que recebem do Caps (Centro de Atenção Psicossocial). Até hoje, Cira tem pesadelos com o passado recente, no qual ela e os filhos ficaram refém da violência do ex-marido.

Reencontro – Desde que foi solta do cárcere privado, passou três meses no abrigo e voltou para a casa dos pais, Cira ainda não viu todos da família.

A emoção dos irmãos na primeira vez que se viram após 22 anos (Foto: Cleber Gellio)A emoção dos irmãos na primeira vez que se viram após 22 anos (Foto: Cleber Gellio)

No dia que a reportagem do Campo Grande News foi entrevistá-la, presenciou o reencontro com o irmão caçula. A entrevista foi interrompida, por justíssima causa, para o abraço dos dois. Mais uma vez o sorriso largo apareceu no rosto de Cira. E de toda a família dela.

E assim, ela deseja que a vida prossiga. Com amor e sorrisos. “Depois que eu arrumar meus dentes, vou sorrir o tempo todo, não vou parar de sorrir um segundo”, garante Cira.

Caso – Em dezembro do ano passado, a polícia prendeu o ex-marido de Cira, Ângelo da Guarda Borges, 58 anos. Ele responde pelos crimes de tortura e cárcere privado contra a mulher e os quatro filhos. Ele pode pegar pena superior a 30 anos de prisão.

Ângelo também responde por também ter mantido outros dois filhos e duas mulheres em cárcere privado, por 11 anos. No primeiro casamento, ele ainda é acusado de estuprar a filha, que na época tinha 10 anos. Foi ela quem entrou em contato com a Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), após o caso ser divulgado na imprensa.



É triste ver isso acontecendo com tanta frequência na maior parte do globo terrestre, acho que existe muita culpa por parte de amigos, vizinhos e parentes que de alguma forma sabem o que acontece e não denunciam por medo do agressor.
Se todos viverem com medo como será o futuro dos pequeninos que estarão aqui amanhã? Quando não existia o disque denúncia era difícil porque o ameaçador podia fazer o que bem entendia mas, hoje não é necessário a identificação portanto!
DENUNCIE TODOS QUE TE AMEAÇAM, VAMOS AJUDAR A POLÍCIA LEVAR PARA A JUSTIÇA ESSE TIPO DE PSICOPATA.
Vejo alguns eleitores querendo punir o agressor como se ele tivesse consciência dos relacionamentos socias e familiares, esse tipo só pensa em sí. Que tal a gente se proteger deles, antes que isso aconteça sendo mais prudente.
 
Lindinalva Lima em 07/04/2014 17:49:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions