A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

01/02/2016 10:35

Suspeitos de latrocínio se apresentam e prometem ajudar na investigação

Viviane Oliveira e Luana Rodrigues
Advogado apresentou os dois suspeitos à polícia nesta manhã. (Foto: Marcos Ermínio) Advogado apresentou os dois suspeitos à polícia nesta manhã. (Foto: Marcos Ermínio)

Se apresentaram à Polícia Civil na manhã desta segunda-feira (1º) dois suspeitos de participar da tentativa de roubo, que terminou na morte de Carlos Guilherme dos Santos Bertoldo, 30 anos, na noite do dia 24 de janeiro, em Campo Grande.

Anderson Ricardo de Arruda Silva, 27 anos, e um adolescente de 16 anos chegaram à Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) acompanhados do advogado de defesa, Marcos Ivan. Os suspeitos não quiseram falar com a imprensa.

O advogado contou que os dois estavam escondidos em uma casa e ainda não tinham se apresentado por medo de represália. “Eles estavam em estado de choque e chateados. Os dois não são do crime, inclusive não tem passagem pela polícia”, diz.

Conforme as investigações, são quatro os suspeitos de participar do crime. Além dos dois, William de Jesus Souza, 22 anos, foi reconhecido pela esposa da vítima e confessou o crime. A Polícia Civil pediu a prisão temporária dele, mas, a Justiça negou. O outro suspeito, identificado apenas como "Bim Bim", ainda está foragido.

Segundo Marcos Ivan, Anderson e o adolescente não participaram diretamente da ação. Cada um deles conduzia uma motocicleta, quem tinham como passageiros William e Bim Bim. Os dois pararam longe do local onde aconteceu o crime e fugiram após ouvirem os disparos de arma de fogo. “Quando ouviram os tiros, os dois foram embora e deixaram William e outro a pé”, afirma.

Os dois disseram que conheceram William e Bim Bim há menos de um mês e se comprometeram a passar todas as informação à polícia, inclusive a localização deles e a identificação de Bim Bim.

Crime - Quatro homens em duas motocicletas pararam na Avenida Duque de Caxias, esquina com a Avenida Capibaribe, região oeste da Capital. Dois passageiros desceram e foram em direção à vítima, que estava em seu veículo Fiat Strada branco, placas de Aquidauana, em um ponto de ônibus.

Carlos Guilherme teria concordado em entregar o veículo e a carteira e desceu da picape com a esposa. Quando a vítima viu o suspeito tentando colocar a mulher dentro da Strada novamente, pegou uma faca que estava no veículo e desferiu o golpe que acertou o braço dele.

Ao ver que o autor estava armado e iria atirar, Carlos tentou fugir e foi atingido por um dos disparos no peito esquerdo, na altura do coração. A vítima foi socorrida pelo Samu e levada à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila Almeida, onde já chegou sem vida.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions