ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 30º

Capital

Suspeitos de matar jovem em emboscada no Aero Rancho se apresentam à polícia

Rapazes de 18 e 20 anos disseram que estavam em casa e que eram amigos da vítima

Por Clayton Neves e Gabrielle Tavares | 23/05/2022 17:39

Suspeitos de matarem o jovem Rikelmy Lorran Figueiredo Toguiciole, de 22 anos, executado com seis tiros após emboscada no Bairro Aero Rancho, dois homens se apresentaram à polícia na tarde desta segunda-feira (23) junto com dois advogados. Os rapazes, de 18 e 20 anos, negaram qualquer envolvimento com o crime.

De acordo com o advogado Paulo Macena, que faz a defesa do jovem de 20 anos, suspeito de ser o atirador, ele alega que nem mesmo estava na festa onde o crime aconteceu. “Estava em casa”, relata. Segundo a defesa, “desafetos do bairro” levantaram o comentário de que ele e o colega seriam autores do homicídio.

“Essas pessoas imputaram o crime, mas ele nega ter cometido e afirma que não sabe quem é o autor. Ele era amigo do rapaz que morreu e não tinha motivo para isso”, finaliza Macena.

Advogado do suspeito de pilotar a moto que encurralou Rikelmy Paulo Miguel, o advogado Paulo Miguel diz que o cliente afirma ter sido confundido. “Ele foi confundido com quem estava pilotando, mas apenas tem uma moto Biz parecida, nem tem as características parecidas com o autor”, explica.

À polícia, o rapaz também negou que estivesse na festa onde a confusão começou. “O GPS da moto pode mostrar onde ele esteve o dia todo”, finaliza.

Como o prazo da prisão em flagrante passou, os dois suspeitos foram ouvidos e liberados. Em vídeo feito por nossa equipe de reportagem é possível ver o momento em que ambos chegam à 5ª Delegacia de Polícia Civil da cidade, onde prestaram depoimento.

O caso - A polícia acredita que a morte de Rikelmy foi encomendada do presídio e o motivo seria passional: ele postou foto nas redes sociais com a mulher de um detento, o que desagradou o preso, que determinou a morte do rapaz.

A vítima morreu no sábado (21), no cruzamento da Rua Gerbera com Avenida Arquiteto Vilanova Artigas, no Aero Rancho. Um vídeo obtido pela reportagem mostra momentos depois do rapaz ter sido atingido a tiros.

O vídeo mostra o rapaz tentando fugir dos atiradores. Já ferido, Rikelmy cruza um campo de futebol correndo e olhando para trás, tenta se proteger atrás de uma caminhonete, caminha mais um pouco e, na sequência, cambaleando, cai. Logo em seguida, os dois suspeitos pelo crime, que aparecem numa motocicleta Honda Biz, de cor cinza, fogem.

Segundo apurado pela reportagem, foi o garupa quem desceu e atirou na vitima, atingida com tiros de pistola 9 milímetros. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas o rapaz morreu antes da chegada do socorro.



Nos siga no Google Notícias