A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

18/07/2012 11:34

Taxistas serão treinados para agir em situação de risco em Campo Grande

Francisco Júnior
Taxistas serão treinados para agir em situação de risco.(Foto: Minamar Júnior)Taxistas serão treinados para agir em situação de risco.(Foto: Minamar Júnior)

O comandante-geral da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul), coronel Carlos Alberto David dos Santos se reúne, amanhã, às 9h30, com representantes do sindicato, das empresas prestadoras do serviço e das associações de taxistas para planejar a capacitação de operadores de rádio, centrais telefônicas e motoristas.

A intenção é orientá-los para aumentar a segurança de profissionais e usuários de táxis na Capital. Na madrugada do último dia 13, Manoel Kusman Bondarenco, 37 anos, foi morto por dois homens após atender uma solicitação de corrida na avenida Guaicurus.

Em encontro ocorrido na terça-feira (17), representantes do Sintaxi pediram que a PM continue e intensifique as abordagens que são feitas diariamente nos táxis, especialmente no período noturno.

Ainda solicitaram a realização das palestras de orientação sobre procedimentos de segurança que devem ser adotados para evitar que os taxistas sejam vítimas de marginais.

Essa capacitação será oferecida a taxistas e operadores de rádio que serão preparados para evitar situações de risco e acionar a PM rapidamente. Ainda haverá um canal direto entre as empresas, profissionais e a Polícia Militar.

“Gostaríamos de ter realizado essas orientações antes. Estamos com todo o material pronto, mas não foi possível viabilizar a capacitação devido à dificuldade de reunir os profissionais”, disse o comandante-geral da PMMS.

De acordo com a assessoria da Polícia Militar, mesmo sem a qualificação formal, as reuniões e orientações passadas pela PM durante os encontros no quartel, refletiram na queda de ocorrências. No primeiro semestre, dois casos vitimaram taxistas: um roubo e um homicídio. Com a capacitação a expectativa é reduzir ainda mais os números.

Na reunião de amanhã (19), às 9h30, serão definidos os detalhes da qualificação.



A grande verdade e qur perdemos um amigo e um pai de familia, que gracas a incompetencia do sindicato e dos representantesda classe essa familia que hoje chora a falta de seu alicerce, ira ficar sem nenhum rrspaldo financeiro. Conivencia essa que a prrfeitura na figura da agetran apoia os proprietarios em detrimento de quem realmente trabalha.
 
Silvio oliveira em 18/07/2012 08:20:40
acho que deveria ter um sistema dentro do veiculo com um microfone que fosse ativado pelo motorista direto com a central se caso ele se sentir ameaçado, a central imediatamente entra em contato com a policia e analisam se é uma ameaça ou um alarme falso, acho que já ajudaria.
 
Weslley Barbosa em 18/07/2012 03:17:02
Os taxistas de Campo Grande deveriam também receber treinamento para respeitarem as leis do trânsito. É um absurdo um profissional abusar da falta de respeito no meio onde trabalha. Muitos furam o sinal em plena luz do dia, param em fila dupla mesmo havendo vagas para estacionar ou parar o veículo, abusam da velocidade e etc.
 
Augusto Arraes em 18/07/2012 01:19:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions