A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

07/09/2016 10:46

Técnico de enfermagem diz que elevador caiu depois de blecaute

Viviane Oliveira e Luana Rodrigues
Elevador ficou interditado até que uma equipe de manutenção fosse acionada. Elevador ficou interditado até que uma equipe de manutenção fosse acionada.

O técnico de enfermagem Edílson Gonçalves, 39 anos, um dos sete funcionários que estava no elevador que caiu na manhã desta quarta-feira (7) na Santa Casa de Campo Grande, sofreu ferimento leve na coluna e já recebeu alta. No total, seis pessoas precisaram de atendimento médico. 

O grupo, que entrava para trabalhar, subiu no elevador no térreo. No segundo andar, o equipamento parou de funcionar. “Primeiro deu um blecaute. A gente apertou a campainha e a estrutura desceu de uma vez. Sentimos apenas o impacto”, relata.

Edílson conta que o colega dele foi atingido na testa por um objeto de plástico que soltou do elevador durante a queda. O funcionário passa bem e também já recebeu alta.

“Foi mais um susto”, lamenta. As vítimas receberam atestado médico e foram liberadas do plantão.

A assessoria de imprensa da Santa Casa informou que o equipamento tem capacidade para 11 pessoas e suporta até 770 quilos. Segundo a assessoria, o elevador não parou no andar solicitado e foi até o térreo com a velocidade de curso, a mesma que sobe e desce.

O motivo do problema foi o sensor de parada que não funcionou. Uma equipe já começou a fazer a manutenção do equipamento. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions