ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Tem dias que não dá: bombeiros tentam, mas cão em córrego foge de resgate

Por quase uma hora, militares percorreram cerca de 3 km, mas não conseguiram encontrar o animal, que fugiu

Por Mirian Machado | 22/05/2022 11:48

Militares do Corpo de Bombeiros tentaram, por quase uma hora, fazer o resgate de um cão, aparentemente um debilitado pastor alemão preto, que supostamente teria caído dentro do córrego na Avenida Ernesto Geisel, em Campo Grande.

A equipe, com quatro militares, foi acionada após um ligação a qual dizia que havia um cachorro ferido dentro do córrego próximo da Avenida Mato Grosso.

Com uma escada, dois militares desceram e, com laçador, tentaram recolher o animal que caminhava pelas margens da água, porém quando chegavam próximo, o animal rosnava e indicava que iria morder.

Os militares tentavam se aproximar, mas o cachorro recuava e até avançava sobre eles. Um dos bombeiros até se surpreendeu com a energia do animal para tentar fugir. "Isso que falaram que ele tava ferido."

Por apresentar agressividade, os militares não conseguiram pegar o cachorro, que fugiu correndo sentido Bairro Monte Castelo.

Militar chegou a ficar próximo, porém o cachorro ficou agressivo e ameaçou morder. (Foto: Mirian Machado)
Militar chegou a ficar próximo, porém o cachorro ficou agressivo e ameaçou morder. (Foto: Mirian Machado)

Na viatura, os militares, assim como a reportagem, percorreram às margens do córrego até o pontilhão da Avenida Mascarenhas de Moraes, cerca de 3 km do local indicado inicialmente, porém o cão não foi localizado.

Segundo informações dos militares, no trecho da Avenida Mascarenhas de Moraes, há um acesso que o animal, se encontrar, pode utilizar para subir e sair do local sozinho.

Nos siga no Google Notícias