A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

20/03/2018 19:04

Terceiro integrante da "quadrilha do Chevette" é preso no Jardim Noroeste

Jhon Peter Lucas de Lima, 21 anos, irmão de João Vitor, é o único suspeito ainda foragido.

Adriano Fernandes e Geyse Garnes
João Vitor Lucas de Lima sendo apresentado, esta noite (20) na 4ªDP. (Foto: Geyse Garnes) João Vitor Lucas de Lima sendo apresentado, esta noite (20) na 4ªDP. (Foto: Geyse Garnes)

Investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) da 4ª Delegacia de Polícia da Capital prenderam, nesta tarde (20) mais um dos integrantes da “Quadrilha do Chevette”, grupo responsável por uma série de furtos em residências da Capital.

João Vitor Lucas de Lima, de 18 anos, estava escondido em uma residência no Jardim Noroeste em Campo Grande. Com esta terceira prisão, segue foragido apenas Jhon Peter Lucas de Lima, 21 anos, irmão de João Vitor.

Os investigadores chegaram ao suspeito após denúncias, repassadas à delegacia. O jovem foi flagrado no momento em que saia da residência no bairro e ele ainda tentou fugir em motocicleta modelo Honda Pop, preta.

Houve perseguição por cerca de duas quadras até ele ser abordado no cruzamento entre as ruas Vaz de Caminha com a das Perdizes no bairro. João Vitor ainda tentou enganar os policiais informando nome falso mas em seguida admitiu a participação no grupo e “que estava disposto a pagar pelos crimes”, segundo a polícia.

O suspeito já estava evadido do sistema penitenciário quando foi identificado com um dos autores dos furtos. Além do rapaz também seguem presos Gustavo Canhete Conceição, o Vó, 21 anos e Lucas Rodrigues Godoi, 23 anos.

A quadrilha - A polícia chegou aos suspeitos depois de apreender um veículo modelo Chevette, usado em pelo menos uma das ações. Os roubos pela Capital ocorreram em regiões do Carandá Bosque, pela avenida Tamandaré e Moreninhas, por exemplo. Na maioria das ações eles agiam da mesma forma.

Depois de “cuidarem o movimento” e tocarem o interfone, para ter certeza de que não havia ninguém em casa, eles arrombavam os portões. O “domínio” nas técnicas de arrombamento, no entanto, não evitou que câmeras de segurança nos imóveis flagrassem os rapazes.

Foi justamente por meio das imagens que os policiais conseguiram identificar os ladrões.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions