A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

27/01/2011 20:25

Testemunhas do caso Rayssa foram ameaçadas para mudar depoimentos

João Humberto e Jorge Almoas
Raysse, que após o acidente ficou com sequelas, no momento em que chegou ao Fórum hoje para acompanhar audiência. (Foto: João Garrigó).Raysse, que após o acidente ficou com sequelas, no momento em que chegou ao Fórum hoje para acompanhar audiência. (Foto: João Garrigó).

Duas testemunhas arroladas no processo de lesão corporal grave contra Marcelo Olendzki Broch pelo acidente ocorrido no dia 21de abril de 2009 e que deixou sequelas graves na jovem Rayssa Favaro, disseram hoje, perante juízo, que foram ameaçadas pelo acusado a mudar seus depoimentos.

De acordo com uma das testemunhas, que estava numa festa no Clube Estoril, na madrugada do dia em que o acidente aconteceu, Marcelo chegou ao local e bebia um líquido de cor amarela. Ela não relatou com precisão o que poderia ser a bebida, porém confirma a coação.

Em agosto do ano passado, a testemunha passeava no Shopping Campo Grande quando se deparou com Marcelo. Ela admite que ele pediu para que seu depoimento fosse modificado.

Na ocasião, conforme a testemunha, Marcelo também advertiu que se o depoimento não fosse mudado, mesmo assim nada aconteceria com ele, uma vez que sua família tem dinheiro.

Após o fato, essa testemunha registrou boletim de ocorrência na polícia por coação. Além de ser acusado de praticar lesão corporal grave, Marcelo responde a um processo por ameaça.

Outra testemunha que foi ouvida hoje explanou que também estava no Estoril, quando viu Marcelo e o primo Gabriel (que no dia do acidente também estava no veículo) chegaram ao local por volta das 23h30 e saírem às 4h30. Perante o juiz a testemunha confirmou ter recebido ligação de um número privado, onde alguém do outro lado da linha fazia ameaças para que seu depoimento fosse mudado.

Dezesseis testemunhas deveriam ser ouvidas hoje no processo, no entanto, quatro faltaram. Dessas, três seriam usadas pelos advogados de defesa e acusação e apenas uma pela acusação.

Essas testemunhas, assim como mais seis de defesa, prestarão depoimentos numa nova audiência, programada para o dia 18 de abril.

Positiva - Advogado que representa Rayssa, Fabio Ferraz disse que a audiência desta quinta-feira foi bastante positiva, pois as pessoas confirmaram todas as informações que haviam sido apuradas, como excesso de velocidade do veículo Honda Civic, dirigido por Marcelo, e o semáforo, que estava aberto para Rayssa.

Valter Favaro, pai de Raysse, assegurou que as testemunhas que socorreram sua filha no dia do acidente disseram a ele que o sinal estava verde para ela. “Quem foi o responsável por tudo é o Marcelo”.

Tanto a família de Rayssa quanto a de Marcelo acompanharam a audiência. O acusado não demonstrou nenhum tipo de reação e nem foi ouvido.

Gabriel, o primo de Marcelo, que estava junto com o acusado quando aconteceu o acidente, prestou depoimento. A família deles não deu declaração à imprensa.

Quando a audiência terminou, Marcelo saiu pela porta dos fundos para evitar contato com a imprensa e também com os familiares de Rayssa.

A mãe de Rayssa, Nara Favaro, ficou muito emocionada ao falar com a imprensa. “Estão pintando aí que a minha filha é bandida, por estar na rua de madrugada, mas eu a conheço muito bem e creio que a Justiça será feita”.

Rayssa está confiante na Justiça e já admitiu à família que quando se recuperar, uma das primeiras coisas que quer voltar a fazer é dirigir.

Acidente – Rayssa conduzia um Fiat Uno pela rua Bahia e Marcelo um Honda Civic pela avenida Mato Grosso quando houve a colisão que jogou os carros a 36 metros do ponto de impacto. Rayssa teve traumatismo craniano, ficou meses internada e com sequelas. Já Marcelo não teve ferimentos.

Brinquedos feitos por detentos são doados para crianças em escola
Parceria feita entre a a Semed (Secretaria Municipal de Educação) e a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) garantiu ne...
Falta de pagamento faz prefeitura suspender hemogramas na rede pública
A falta de pagamento para um fornecedor de insumos fez com que a prefeitura de Campo Grande suspendesse a partir desta quarta-feira (13) a realização...


Desculpe pelo erro troquei o nome da jovem Rayssa por Larissa .
 
joao Pedro Monforte em 05/05/2013 11:39:17
E ai promotora, a minha grande duvida é... QUEM PROVA QUE NÃO ERA SEU FILHO QUE ESTAVA DIRIGINDO????

 
Amanda Maris em 20/06/2011 09:55:45
Esse jovem tá enrolado, assumiu que estava dirigindo no lugar do filho da promotora, e que ela não sabia que eles tinham saído com o carro, tudo isso pra livra-la, agora vai ter que aguentar a pena, que espero não seja pequena diante da barbaridade promovida.
 
jose antonio em 28/01/2011 12:03:51
bom . é clara que esse moço é culpado , ele e a dona do carro . A proprietaria do carro, ira usar a sua influencia como promotoria , cadeia pra ele e para ela tambem ...
 
luiz alexandre em 28/01/2011 11:02:10
Concordo plenamente com todos, principalmente com o Sr. Orlando Jr., é só tirar exemplo de outros países que por qualquer motivo o povo vai para a rua reivindicar seus direitos, não lembro muito bem, mais na França por um aumento de 2 anos na aposentadoria, todos os cidadãos foram pras ruas, e aqui um aumento de 60% pra políticos, IPTU, ninguém faz nada. Falta coragem para fazer e assim começarmos a resolver os problemas.
 
Ewerton Fernandes em 28/01/2011 11:00:32
Eu e minha familia ja passamos por este momento terrivel que o Valter e a Nara estão passando com a rayssa, sentimos a mesma dor, angustia e desespero cada vez que iamos ao CTI, visitar nosso filho que durante varias semanas ficou entre a vida e a morte, mas como eles, tambem fomos abençoados por Deus que permitiu-nos sentir o que este casal sente a cada progresso da filha. Que a influencia familiar não impeça a ação da justiça, e que esta seja feita ja que no meu caso não foi, pois o bandido continua solto e sem punição. Quem passar pela av. norte-sul sentido bairro centro, em frente a igreja madre Paulina verá uma fabrica de calhas, pois é lá que o sr. getulio, irresponsavel, perigo social leva normalmente sua vida, mas nós temos DEUS, assim como vocês da familia favaro.
 
José Leomar Gonçalves em 28/01/2011 10:58:39
Infelizmente a justiça não chega até as ruas. Se esses motoristas criminosos recebessem a punição devida por tudo que fazem ao volante, com cadeia, pagar tratamentos às vitimas, pagar pensão para aqueles que ficam inválidos.. entre outras coisas, com certeza os crimes no transito diminuiriam. Cadeia para esses motoristas criminosos!
 
Emerson Renato Balbuena Leão em 28/01/2011 10:48:56
Eu venho falando isso não é de hoje!!!!! Chega de ser o país da IMPUNIDADE!!!!! Se existem leis, elas tem que ser aplicadas, respeitadas e seguidas!!!!! Que pais é esse, que o que manda na verdade é o DINHEIRO?????

Que papel feio desse rapaz, além de ser o causador do acidente, agora fica ameaçando as testemunhas?????????? Um absurdo. A mãe desse rapaz não faz parte do judiciário??????? Que dê o exemplo, minha senhora, se acaso não conseguiu educar seu filho devidamente, a hora é agora!!!!!!!

Chega de pessoas inocentes pagarem por erros alheios!!!!!! Pelo amor de Deus, FAÇAM VALER A LEI NESSE PAÍS!!!!!

Por acaso vcs não cansam disso tudo????? Não tem vergonha de ser conhecido como o país da impunibilidade???

Parabens as testemunhas que tiveram coragem de denunciar essas atitudes covarde desse moleque irresponsável!!!!!!!!!!
 
Andrea Chaves em 28/01/2011 10:15:02
Olha,eu fiko muita chocada com esse tipo,por isso que eu digo o dinheiro e tudo quer dizer compra a liberdade isto e Brasil sem duvidas.Mas a confiança divina e tudo,faça q o autor dessa imprudencia,q nâo respeita a vida de ninguem,e tambem n merece ser chamado de ser humano,porque è ate um disrespeito para com a sociedade. Rayssa tenha fe deus q esse individuo vai pagar atraz das grades ano e anos....................
 
cleonice de paula barboza em 28/01/2011 09:57:08
este rapaz MARCELO eu conheco ele .... já estudei com ele, e sei q ele estuda na unaes e faz 'DIREITO' QUE IRONIA,NÉ. Sempre foi um moleque que se axa o melhor que todos, sempre foi metido, NUNCA ERA HUMILDE, sempre HUMILHANDO os colegas... A VIDA VAI ENSINAR A ELE ... TER MAIS RESPEITO COM OS OUTROS !
ESPERO QUE ELE CUMPRA O QUE ELE FEZ .... PARA VC TER UMA IDEIA NA ESCOLA NINGUEM PRATICAMENTE GOSTAVA DELEE ... NINGUEM GOSTAVA DE CONVERSAR COM ELE, PQ SÓ SAIU BOBEIRA DA CABEÇA E DO BOCA... MAS TOMARA QUE ELE CUMPRA PELO QUE FEZ .. ' E VAI CUMPRIR'
 
Anderson Fernandez de Queiroz em 28/01/2011 09:55:27
se for andar devagar ande pela direita. Bebado não controla o veículo nem parado.
 
jose antonio em 28/01/2011 09:48:52
Aviso aos que não sabem ......
Exitem um grupo de Jovens de bons costumes que se divertem que respeitão... que sabem seus limites, que não consomem bebidas e nem drogas pelas madrugadas, que também tem o direito ir e vir a qualquer hora.....infelismente existe o oposto.
 
Paulo Celso Ribeiro em 28/01/2011 09:31:27
ERRAR É HUMANO, MAS AGIR COMO SE FOSSE VÍTIMA EM UMA SITUAÇÃO EM QUE VC TEM TODA A RESPONSABILIDADE DE ERRO É UM CRIME, ACORDA RAPAZ ASSUME SUA IRRESPONSABILIDADE E FICARÁ MENOS FEIO PRA VC....
 
claudio Silva em 28/01/2011 09:31:21
Temos um código de trânsito mais rigoroso do mundo, mas infrelizmente, as nossas leis não acompanharam.Sensores, radares e multa, muitas multas...Se o causador do acidente fosse um mero cidadão, já estaria na cadeia.Sabe, deveríamos mudar nossa cabeça e começar a nossa luta nas ruas.Vamos para as ruas, enfernizar os politicos, os defensores...Vamos pedir justiça, para que este crime não fique só na lembrança da familia da Rayssa.
 
Orlando Jr em 28/01/2011 09:30:01
Olha, não se deve desejar o mal a ninguém, mas de coração torço para que este rapaz tenha a justiça merecida, pois é um aprendiz de assassino, com requintes de crueldade, já que acredita por ter dinheiro nada irá acontecer no julgamento. Pais...vejam o monstro que vocês criaram: um jovem que não respeita a vida humana e o próximo.
Torcemos para que a justiça seja feita a vitima que tem toda uma vida pela frente e vai superar com ajuda de Deus.
 
Clarisse Nantes em 28/01/2011 09:00:26
A justiça tem que acordar para esse tipo de crime,infelizmente a lei é muito branda e a impunidade impera em nosso país.qual a diferença de se pegar uma arma e efetuar um disparo contra o primeiro que se encontra e o condutor de um veículo que ingere bebida bebida alcoólica e sai pelas ruas da cidade feito um louco?.não estou acusando ninguém de estar bêbado,mas se ficar comprovado o fato que que realmente se faça justiça.
 
NILSON FRANCO DE OLIVEIRA em 28/01/2011 06:31:08
Por favor
Vamos ser objetivos no que se trata em relação ao trânsito.
O que MATA é a V E L O C I D A D E.
Se o cara bebeu , ou estava com sono, ou não tinha habilitação, isso por mais incoerente que seja, não causa acidentes fatais.
Devagar sempre se controla o veículo.
Aceitamos que motocicletas e carros andem alem dos limites ( 60 para algumas avenidas e 40 para a maioria das ruas ) .
Isto é absurdo
Recolham o veículo por 30 dias e deixem os apressadinhos a pé que duvido que ele volte a "tirar o atraso" nas ruas
Faça voce o teste. Ande a 50 por hora e veja quantos veiculos te acompanham. Cada um precisa fazer sua parte. Começe HOJE.
 
J. Eduardo Henn S. de Castro em 28/01/2011 02:07:20
Se isto for verdade, deve ser investigado e, se for verdadeiro, deve ser processado e punido. Ameaçar é crime também. Em outras palavras, um outro crime pode estar sendo praticado.
Assim, caso as ameças sejam verdadeiras e em uma eventual condenação, o art. 59 do CP poderá ser interpretado em desfavor desse cidadãos.
 
Daniel Moura Mayolino em 28/01/2011 01:45:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions