ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  22    CAMPO GRANDE 31º

Capital

“Tio Arantes” volta para Gameleira após fuga, mas no regime fechado

Ele já foi um dos mais destacados líderes do PCC e protagonizou fuga pra lá de suspeita

Aline dos Santos | 09/09/2023 14:19
Policiais reforçaram segurança no entorno do presídio de Corumbá. (Foto: Direto das Ruas)
Policiais reforçaram segurança no entorno do presídio de Corumbá. (Foto: Direto das Ruas)

Expulso na sexta-feira (dia 8) da Bolívia, José Cláudio Arantes, o Tio Arantes, foi transferido de Corumbá para Campo Grande. Conforme divulgado pelo jornal Folha MS, o destino do preso, que já foi um dos mais influentes líderes da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital) e que estava foragido há dois anos após uma fuga para lá de suspeita, será a Penitenciária Estadual Masculina de Regime Fechado da Gameleira.

Em 23 de novembro de 2021, ele fugiu do Centro Penal Agroindustrial da Gameleira, que é de regime semiaberto. O complexo penal na saída para Sidrolândia tem dois presídios de regime fechado. Conforme apurado pela reportagem, Arantes foi encaminhado para a Gameleira 1, conhecida como "Supermáxima".

Após pernoitar em uma cela isolada do Estabelecimento Penal Masculino de Corumbá, Arantes foi transferido para presídio em Campo Grande pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), com escolta de Policiais Militares do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais).

Tio Arantes foi preso em 6 de setembro na Bolívia. (Foto: Direto das Ruas)
Tio Arantes foi preso em 6 de setembro na Bolívia. (Foto: Direto das Ruas)

Na última quarta-feira (dia 6), exatamente 652 dias depois da fuga, Tio Arantes, que ficou conhecido por ter comandado a maior rebelião já enfrentada pelo sistema carcerário sul-mato-grossense ,foi preso em Santa Cruz, na Bolívia. A prisão foi feita pela FELCC (Fuerza Especial de Lucha contra El Crimen) da polícia boliviana.   Na sequência, foi entregue à Polícia Federal, na fronteira com Corumbá. O preso tem extensa ficha criminal, com condenações por roubo, tráfico de drogas e homicídios.

Receba a notícia no momento da publicação. ‎Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias