ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, SÁBADO  17    CAMPO GRANDE 27º

Capital

TJ dá direito a regime semiaberto para PM preso na operação Las Vegas

Por Aline dos Santos | 22/03/2011 12:18

Condenado a sete anos de prisão por denúncias reveladas na operação Las Vegas, o capitão Paulo Teixeira Xavier obteve na última semana, no TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), o direito à progressão de pena.

Desta forma, ele passa a ter direito ao regime semiaberto. Porém, caberá ao juiz da Auditoria Militar estabelecer as regras. Uma possibilidade é que por ser policial militar ele fique em um quartel da corporação.

Ele está preso desde maio de 2009, quando veio à tona o envolvimento de policiais com a exploração de jogos de azar. Conforme a denúncia, a organização criminosa era comandada pelo ex-major da PM, Sérgio Roberto de Carvalho.

Em abril do ano passado, Paulo Xavier foi condenado a sete anos de prisão, em regime fechado, por falsidade ideológica, por manter um estabelecimento comercial (o que é proibido para oficial) e corrupção passiva.

Conforme a denúncia do Ministério Público, o capitão Paulo Roberto Xavier era responsável pela logística e segurança da organização, que explorava máquinas caça-níqueis em Campo Grande. A defesa recorre da condenação no TJ/MS.

A operação Las Vegas apreendeu 18 veículos, um avião, 97 máquinas de caça níqueis, R$ 77 mil, US$ 1,7 mil, computadores e notebooks. A investigação teve início após denúncia anônima.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário