A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

30/08/2011 14:48

TJ/MS nega liminar a casal que vendia LSD em bairros de Campo Grande

Nadyenka Castro

Marido e mulher foram presos em novembro de 2010 pela Delegacia de Repressão ao Narcotráfico

O TJ/MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) negou habeas corpus em caráter liminar a Marcia Regina Luppi e ao marido dela, Ênio Ricardo Benites Garcia, presos desde novembro do ano passado por venda de LSD e outros entorpecentes em bairros de Campo Grande.

O pedido foi negado pelo desembargador João Carlos Brandes Garcia, da 1ª Turma Criminal, o qual pediu mais informações sobre o caso.

O casal já havia tido o pedido de liberdade negado em primeiro grau, após um mês na cadeia.

Marido e mulher foram abordados na rua da Divisão, no bairro Parati. Ao ver os policiais o casal ainda tentou escapar e foram disparados tiros nos quatro pneus do veículo, onde estava um bebê de menos de um ano filho do casal.

No carro foram encontrados 20 papelotes de cocaína, doze pontos de LSD, 11 gramas de haxixe, 446 gramas de maconha, uma balança digital e seis aparelhos celulares. De acordo com a Polícia, os dois saíam para uma entrega de drogas quando foram presos.

Conforme a Polícia, eles moravam em uma casa no bairro Aero Rancho onde funcionava um disque-drogas e forneciam cocaína e LSD para a região central da cidade e bairros como Vilas Boas, entre outros da região nobre.

Enio estava foragido do regime semiaberto e já tem passagem por tráfico, assim como a mulher que já cumpriu pena em 2002. Em 2006, ele tentou resistir a uma prisão e fugiu com um Audi, mas bateu no Terminal Morenão e acabou preso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions