ACOMPANHE-NOS    
FEVEREIRO, SÁBADO  27    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Toque de recolher começará na madrugada de sexta-feira na Capital

Decreto determinando confinamento entre 0h e 5h foi publicado nesta quarta-feira

Por Gabriel Neris | 25/11/2020 13:56
Rua 14 de Julho sem movimento na madrugada. Cenário deve se repetir nos próximos dias (Foto: Gabriel Marchese)
Rua 14 de Julho sem movimento na madrugada. Cenário deve se repetir nos próximos dias (Foto: Gabriel Marchese)

O toque de recolher retornará à 0h de sexta-feira (27) em Campo Grande. O decreto foi publicado nesta quarta-feira em edição extra do Diário Oficial e vai até 11 de dezembro, determinando que todos permanecem dentro de casa entre meia-noite e 5h. Blitze educativas também serão feitas a partir de 1h.

O decreto não se aplica para quem comprovar necessidade de urgência a acesso a serviços essenciais. Também podem funcionar normalmente postos de combustíveis, farmácias, serviços de segurança e assistência funerária, serviços de delivery e coleta de resíduos.

O toque de recolher chegou ao fim no dia 15 de outubro na Capital. Mas desde 16 de novembro a curva da covid voltou a crescer.

Segundo a prefeitura, esse será o único decreto com nova medida restritiva em Campo Grande. Transporte coletivo, aulas e festas seguem com as mesmas regras de flexibilização.

A justificativa é de que ainda há mais de 50 leitos disponíveis para atender pacientes com covid-19 em Campo Grande. Mas a prefeitura garantiu que colocará o triplo de equipes nas ruas para fiscalizar a lotação dos comércios e cumprimento de medidas de biossegurança.

Na reunião desta quarta-feira, apenas representantes do comércio e da prefeitura participaram. Não havia nem Ministério Público, nem Defensoria, órgãos que anteriormente mostraram mobilização por medidas restritivas.

Segundo o secretário de Saúde, José Mauro Filho, hoje há 247 leitos de UTI ativados, mas esse número pode chegar a 332 rapidamente, de acordo com a demanda.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário