A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

02/04/2014 16:49

Traficante dá risadas ao ser preso e diz que não acredita na "lei do homem"

Bruno Chaves
Eliezer acredita que não ficará preso por muito tempo, mesmo tendo sido preso em flagrante (Foto: Cleber Gellio)Eliezer acredita que não ficará preso por muito tempo, mesmo tendo sido preso em flagrante (Foto: Cleber Gellio)

Depois de ser preso em uma ação policial que fechou uma boca de fumo que funcionava na Rua Pelicano, 98, no bairro Morada Verde, em Campo Grande, na manhã de hoje (2), o traficante Eliezer JoséBorges, 32 anos, deu risadas na delegacia e disse que iria ser solto pelo advogado. “Não acredito na lei do homem”, debochou.

Ele foi preso em uma operação comandada por policiais da 2ª DP no Monte Castelo. Além de Eliezer, que era segurança do comércio ilegal, Jackye Lins Corrêa, 29, o dono da boca de fumo, também foi detido em flagrante. O primeiro deles, na semana retrasada, tentou matar a tiros um “cliente” de 30 anos.

Conforme o delegado responsável pela ação, Weber Luciano de Medeiros, as investigações tiveram início no dia 20 de março quando Alexandre da Silva Torres, 30 anos, foi baleado com quatro tiros a queima roupa no abdome. Ele foi levado com vida à Santa Casa e recebeu alta médica quatro dias depois.

Após obter informações, o delegado Medeiros e dois investigadores foram ao comércio ilegal de drogas. Lá, objetos sem comprovação de compra foram apreendidos. “Bicicletas, notebook, TV LCD, máquinas fotográficas, celulares e até filmadoras. Tudo, certamente, produto de furto e moeda de troca por drogas”, mostrou o delegado.

Além dos produtos de furto, a polícia encontrou diversas lâminas de cheque, R$ 221 reais em dinheiro, porções de cocaína e crack e um revólver calibre 38. A arma e as lâminas de cheque foram encontradas com Eliezer. Indagado sobre a tentativa de homicídio contra Alexandre, no último dia 20, ele confessou a ação.

Eliezer foi preso em flagrante por porte ilegal de arma, tráfico de drogas e receptação. Em outro inquérito policial, ele responde pela tentativa de homicídio contra Alexandre Torres. “Não estou nem aí porque hoje em dia tem advogado que tira a gente da cadeia. Não acredito na Lei do Homem. Só na Lei de Deus”, disse, dando risadas.

O acusado tem passagens por ameaça, furto e tentativas de homicídio. Ele, inclusive, já foi preso. Já o dono da boca, Jackye, foi preso em flagrante por tráfico de drogas e receptação. Ele tem passagens por falsidade ideológica, porte de drogas, tráfico de drogas, desacato e favorecimento real.

Delegado mostra objetos de furtos que foram apreendidos na boca (Foto: Cleber Gellio)Delegado mostra objetos de furtos que foram apreendidos na boca (Foto: Cleber Gellio)
Traficantes foram presos em flagrante nesta quarta-feira (Foto: Cleber Gellio)Traficantes foram presos em flagrante nesta quarta-feira (Foto: Cleber Gellio)


Pior que é verdade, esse é o nosso Brasil... Até quando teremos que suportar esse código penal ultrapassado.
 
Ulisses Boschetti da Silva em 03/04/2014 09:07:28
É triste pensar que ele esta certo, deve ter sido liberado já... enquanto eu se preso for com trabalho fixo sem antecedentes e por por exemplo não pagar pensão meu advogado não conseguira me tirar da cadeia... parabéns bRASIL.
 
carlos alexandre barros em 03/04/2014 07:44:32
pior que ele nem mentiu . o brasil nao tem lei , apenas dizem que elas existem .
 
antonio gonçalves da silva em 02/04/2014 22:32:52
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions