A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

10/10/2012 15:07

Traficante e executores vão a júri popular em novembro por morte de jovem

Crime aconteceu em fevereiro do ano passado, na Estrada da Gameleira, e mandante, mesmo preso, ouviu os tiros pelo celular

Nadyenka Castro

Loester Mergareno Figueiredo, Wanderson Vieira de Souza e Rodrigo Lima do Nascimento vão a júri popular a partir das 8 horas do dia 7 de novembro deste ano, em Campo Grande.

Os três são acusados de homicídio doloso qualificado pelo motivo torpe (ciúmes) e por recurso que dificultou a defesa da vítima pela morte de Dandara Silva Souza, que tinha 21 anos, ocorrida no fim da tarde do dia 14 de fevereiro de 2011.

O trio também é acusado de tentativa de homicídio contra
André Duarte Pires, namorado de Dandara à época.

Segundo a acusação, com ciúmes de Dandara, Rodrigo, que estava preso por tráfico de drogas, mandou matar a ex-namorada. Ele pediu ‘ajuda’ a Loester e Wanderson.

Estes últimos, com participação de um terceiro, levaram o casal até a Estrada da Gameleira e lá, após autorização de Rodrigo por celular, atiraram em Dandara e em André. Ela foi atingida por cinco tiros e morreu no local; ele conseguiu fugir mesmo ferido com quatro tiros.

Conforme a Polícia Civil, os executores colocaram o celular no viva-voz e Rodrigo disse a Dandara que ela iria morrer porque o abandonou e também por não ter traficado drogas para ele.

Dandara ainda suplicou pela sua vida, ressaltando que tinha uma filha. Mesmo assim foi morta. O namorado dela foi levado para o hospital, mas conseguiu sobreviver e contou os detalhes da execução à Polícia.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions