A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

29/08/2012 12:01

Traficantes vendiam LSD e maconha hidropônica em casas noturnas

Mariana Lopes
A dupla de traficantes foi presa com 10 quilos de maconha e sete pontos de LSD (Fotos: Mariana Lopes)A dupla de traficantes foi presa com 10 quilos de maconha e sete pontos de LSD (Fotos: Mariana Lopes)
Cada ponto de LSD era vendido por R$ 50 na baladaCada ponto de LSD era vendido por R$ 50 na balada

Traficantes que vendiam LSD e maconha hidropônica em casas noturnas e raves de Campo Grande foram presos em flagrante na noite de ontem, por volta das 18h. F.D.P.F, 22 anos, foi preso próximo de casa, no Parque Dallas, enquanto comercializava a droga, e L.G.A.F.F, 20 anos, foi pego no Giocondo Orsi, onde mora.

O caso chamou a atenção da polícia por se tratar de jovens de classe alta e pelo valor da droga apreendida. A polícia encontrou com os traficantes 10 quilos de maconha, sete pontos de LSD, duas balanças de precisão, rádios, faca com vestígios da droga, além de R$ 749 oriundos do tráfico.

Segundo o delegado da Denar (Delegacia Especializada de Narcotráfico), Marco Antônio Balsanini, o teor de THC (Tetrahidrocanabinol) da maconha hidropônica, ou seja, cultivada na água, é 20 vezes maior do que da maconha comum e custa mais do que triplo do preço.

“Enquanto os traficantes pagam R$ 150 pelo quilo da maconha comum, a hidropônica é vendida por R$ 600, porque ela é mais forte”, diz a investigadora da Denar, Sueli Aparecida Baldo.

Pouco comercializado e usado em Campo Grande, de acordo com a polícia, a apreensão do LSD deixou os policiais em alerta. “É uma droga muito forte, que provoca relações abstratas com sons, cores e gestos, sem contar que uma vez consumida, ela nunca mais sai do corpo da pessoa”, explica a investigadora.

A dupla disse que vendia cada ponto de LSD na balada por R$ 50. G. e F. afirmaram à polícia que compravam a maconha no Paraguai e o LSD em Minas Gerais.

Os dois foram presos em flagrante por tráfico de drogas e associação ao tráfico. Eles estão detidos na Denar.



Parabéns mais uma vez a nossos herois policiais civis da Denar. Uma unidade policial que prende mais drogas que a PF e sem quase nenhuma estrutura, por isso na Denar so tem herois. Pois todos os dias estaão prendendo drogas e estes imundos traficantes que acabam com a familia. Que o poder publico e sociedade reconheça o valoroso trabalho da Denar e de uma sede e estrutura de 1ª para esta unidade.
 
LUIZ CARLOS SILVEIRA em 30/08/2012 08:11:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions