ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, QUARTA  17    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Traficantes usavam rota a pé para atravessar 100 kg de pasta base pelo Pantanal

Cinco acabaram presos pelo GOI quando chegavam com droga em Campo Grande

Dayene Paz e Mariely Barros | 31/03/2023 07:53
Parte da droga apreendida pelo GOI nesta madrugada. (Foto: Divulgação/GOI)
Parte da droga apreendida pelo GOI nesta madrugada. (Foto: Divulgação/GOI)

Cinco pessoas foram presas, na madrugada desta sexta-feira (31), com 102 quilos de pasta base de cocaína, aproximadamente R$ 2 milhões em droga, por equipes do GOI (Grupo de Operações e Investigações), em Campo Grande. A logística do grupo criminoso consistia em atravessar a pé o trecho atrás do posto policial, na região do Pantanal, para escapar da fiscalização.

Segundo a investigação, após pegar a droga em Corumbá, a 419 km da Capital, os traficantes seguiam de carro e paravam próximo ao posto Guaicurus, em Miranda, onde desembarcavam de veículos que davam suporte. Depois, andavam por um trecho de 2 quilômetros, cerca de três horas de viagem, carregando a droga dentro de mochilas de boiadeiro. Mais à frente, um carro esperava para seguir o trajeto até Campo Grande.

O GOI já monitorava os criminosos em uma investigação que levou meses. Nesta madrugada, conseguiram abordá-los, quando chegavam com a droga em um veículo HB20, na BR-262, região do Indubrasil. Houve tentativa de fuga, mas os policiais interceptaram os bandidos.

Movimentação do GOI em frente à Depac Centro na manhã de hoje. (Foto: Henrique Kawaminami)
Movimentação do GOI em frente à Depac Centro na manhã de hoje. (Foto: Henrique Kawaminami)

Foram presos: Olisvaldo Sebastião Ferreira Junior, Cleyton Pereira da Silva, Saulo de Lima Marques e Rodrigo Rodrigues Duarte. Uma mulher, Vanessa da Silva Surubi, que agia como batedora em um Fiat Palio branco, foi presa momentos depois. Olisvaldo, conhecido como "Juninho", ficava responsável por contratar mais ajudantes para carregar os tabletes e o batedor.

Todos os presos foram levados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro, onde foram autuados em flagrante por tráfico de drogas. Foram apreendidos 102 quilos da pasta base, avaliados em aproximadamente R$ 2 milhões, entregues na Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico).


Nos siga no Google Notícias