A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

25/05/2011 16:45

Trânsito em frente a shopping novo fica lento e vira teste de paciência

Marta Ferreira e Ana Paula Carvalho
 Trânsito em frente a shopping novo fica lento e vira teste de paciência

Passar pela avenida Norte-Sul, no bairro Joquéi Clube, em frente ao recém inaugurado shopping instalado no local, exigiu paciência nesta tarde. Após as 15h, quando o centro comerciou começou a receber público, filas de carros se formaram na avenida.

Os motoristas levavam 10, 15 minutos, para percorrer trechos de apenas 200, 300 metros.

Acostumado a passar no local, o taxista Aparecido Miguel disse que nunca havia enfrentado tanta dificuldade para passar na região. Ele levou 10 minutos para percorrer 200 metros.

O motorista Jefferson Pires Santana, 27 anos, que mora na região, levou 15 minutos em trecho de 300 metros, e também disse nunca ter visto uma demora tão grande.

Para Daniel Pessoa, de 27 anos, foi uma surpresa. Ele não costuma trafegar pela região e contava 8 minutos parados para atravessar o trecho.

Como a saída e a entrada do shopping ficam de frente para a avenida, o tumulto era intermitente.

Até uma ambulância teve dificuldades para atravessar o trecho

Equipes da Agetran (Agência Municipal de Transpor te e Trânsito) e da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito) foram deslocados para a região e ficaram em dois pontos, controlando o tráfego.



Dona Rita......... Dona Rita.
É só ler os comentários de 99,8% dos que opinam sobre o planejamento de trânsito, sobre o despreparo, a incapacidade do gestor público, a verdadeira manifestação autoritária e punitiva dos pseudos-responsáveis em planejar a fluidez e a educação no trânsito de nossa capital, a lerdeza na manutenção das vias e equipamentos, a rapidez e a mesquinhez em apontar e tentar barrar comentários e sugestões, a demagogia midiática da atual gestão pública municipal e para não me alongar o indiscutível despreparo dos agentes e dos atendentes ao telefone da agência ( que me perdoem mas o propalado telefone 118 ainda não funciona ou como disse anteriormente , possa não funcionar 24 hs).
A Senhora, lendo e analisando de maneira clara, com certeza será mais uma a apontar com ironia e bom humor, com comentários irados ou absurdos essas manifestações autoritárias de quem está no poder, mas pela ineficiência e pela burocrácia pública preferem apenas imputar aos outros a responsabilidade e nada e nenhuma dose de humildade de verem que são os principais responsáveis por esses problemas.
Leia, com carinho e atenção TODOS os comentários e sugestões e tire suas conclusões. Hoje mesmo uma educadora teve a coragem de se permitir responsabilizar-se grandemente pelos problemas. Com certeza colocarão ela na geladeira ou então o procurador irá também procurá-la para que ela procure falar menos mal do poder público.
Não tenho nada contra os gestores pessoalmente. Tenho sim contra essa arrogância inata à função de gestor público em se auto-defender apoiando-se na idéia de que foi colocado lá pelo povo.
Colocaram não. O povo simplesmente lhe propiciou o emprego de funcionário número 01 da Cidade. Só isso. Se não tiver a competência de colocar pessoas capazes de levar a cabo uma desafiante tarefa deve-se sim ter a humildade de pedir desculpas a população e não simplesmente imputar a esse mesmo povo que lhe deu essa oportunidade os acontecimentos.
Leia, minha querida Dona Rita , mas leia com o coração sem a emoção ou a tendência humana de se colocar anteparos aos fatos. Leia com a clareza e com a lucidez que também é inata ao ser humano.
 
Orlando Lero em 26/05/2011 10:03:00
Senhor Orlando, o procurador devia lhe procurar mesmo, pois por mais que seu comentário acerca do planejamento de trânsito para o Shopping tenha fundamento, você está fazendo alusão a um fato realmente absurdo, que é um rapaz que visivelmente se vê acima das leis e que crê na própria impunidade (vejam aqui: http://www.campograndenews.com.br/transito/apos-deboche-de-motorista-bebado-agetran-decide-reagir-com-procurador). Eu vou lhe dizer uma coisa, senhor Orlando, eu estou FARTA de gente espertinha e engraçadinha como o senhor, que não tem nem noção do que fala e acaba fazendo um julgamento errado, piadinhas inapropriadas. Aquele rapaz deveria ser PRESO e ter a chave jogada fora, pois se jovem ele é assim, imagine só como será quando ele tiver 50 e fo marrento como o senhor. Aquele caso não é de procurador, é CASO DE POLÍCIA pelo desrespeito com a dignidade dos cidadão, pelo descaso de alguns condutores com a sociedade. É completamente absurda!
 
Rita de Cássia Andrade em 26/05/2011 09:10:35
Se duvidar o Fort, pode perder clientes, em virtude da falta de estacionamento. Pergunto, como pode inaugurar um shoping, sem que todas as vagas estejam à disposição. Vai haver problemas e ocorrências de trânsito pelo local vão ser uma constante.
 
valter antunes em 25/05/2011 06:38:00
realmente foi um sucesso essa inalguração, porem houve falha por parte de quem auxilia o transito da capital ("amarelinhos"), algumas das ruas mudaram para mão unica apenas com sinalização horizontal ao solo, quem esta acostumado com a região se atrapalhou em trafegar nas ruas proximas ao novo shopping,... deveriar ter faixas de alertas com as novas mudanças, e até mesmo um semaforo na nova ponte da avenida com esquina da abolição.
PARCIALMENTE PARABENS GESTORES DE CAMPO GRANDE....
 
antonio karlos irante em 25/05/2011 06:37:38
Nem vou opinar pq se não o tal do procurador vai vir me procurar para esclarecer a declaração deboche minha.
Mas , que me procure então pois não dá para não dizer.
Nossa agência teve trocentos dias para o planejamento do sistema na área.
Todos sabemos que fazem meses que se fala desse shopping, e agora ?
Onde está o planejamento do trânsito? ONDE.
Ao invés de caçar as bruxas em motoristas, deveriam é olhar para a incapacidade em se planejar.
Vixê.. O Procurador vai vir me procurar.
 
Orlando Lero em 25/05/2011 06:26:33
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions