A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/01/2016 15:18

Três crianças são encontradas sozinhas na rua vítimas de abandono

Raiza Calixto
As crianças foram encontradas na manhã de hoje(29).(Foto:Direto das Ruas).As crianças foram encontradas na manhã de hoje(29).(Foto:Direto das Ruas).

Três crianças, sendo um bebê de sete meses e as outras com idades entre 2 e 4 anos, foram encontradas por uma vendedora, na manhã desta sexta-feira (29), na rua Pedro Batistore, no Coronel Antonino, em Campo Grande. Os pais, que moram próximo dali, perderam a guarda em decorrência de abandono.

A mulher, que decidiu manter a identidade preservada, contou que estava a caminho do trabalho quando avistou os menores e decidiu auxiliá-los. Vizinhos acionaram a Polícia Militar, que encaminhou as crianças para o Conselho Tutelar. Elas foram acolhidas por medida protetiva e abandono de incapaz.

Conforme a vendedora, os dois meninos, com idades aproximadas de 2 e 4 anos, estavam usando bermudas, já o bebê estava engatinhando na calçada usando apenas uma blusa branca e fralda descartável. “Cheguei perto deles e perguntei se estavam sozinhos, o mais velho respondeu que a mãe havia saído e deixado eles em casa, perguntei também se eles sabiam mostrar onde moravam e, chegando na casa, encontramos tudo bagunçado”, contou.

De acordo com a mulher que encontrou as crianças, o menino mais velho estava chorando muito e dizia que estava com fome. Um vizinho, então, fez doações de pães. “Fiquei abismada quando vi as crianças, imediatamente parei para tentar ajudar, tenho quatro filhas e três netos, me emocionei ao ver aquela situação ”, desabafou.

Conforme a conselheira Mirian Falcão, a Polícia Militar encaminhou as crianças para a DPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), que informou o Conselho Tutelar da região Norte sobre a situação dos menores. O órgão informou que esgotou as possibilidades de entrar em contato com algum familiar.

Diante do abandono de capaz e situação de risco pessoal e social, as crianças foram acolhidas como medida de proteção e ficarão no Conselho Tutelar Norte. Para reaver a guarda, os pais devem procurar a defensoria pública.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions