A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

11/08/2019 16:23

Três meses depois de mudança, Defensoria volta para prédio anterior

No prazo de 30 dias o Núcleo de Saúde voltará para a unidade no Centro, na Rua Antônio Maria Coelho

Mirian Machado e Marta Ferreira
Unidade atualmente fica na Rua Dr. Paulo Coelho Machado, no bairro Santa Fé.(Foto: Divulgação)Unidade atualmente fica na Rua Dr. Paulo Coelho Machado, no bairro Santa Fé.(Foto: Divulgação)

Usuários dos serviços da Defensoria Pública denunciaram ao Campo Grande News no mês passado a falta de acessibilidade do novo prédio onde está instalado o órgão, no Bairro Santa Fé. O local reúne núcleos de atenção à saúde, às pessoas com deficiência e aos idosos, além de fazenda pública. Após a reclamação, o órgão informou que novamente mudará de endereço, três meses depois da transferência para o prédio alugado por R$ 14 mil mensais.

No prédio que fica na rua Dr. Paulo Machado (antiga Furnas), há apenas escadas. Apesar de apresentar outros itens de acessibilidade como rampa, piso tátil e banheiro exclusivo para deficientes, o imóvel não tem elevador para pessoas com problema de mobilidade para ir até o andar superior, principal reclamação ouvida pela reportagem. Existe uma plataforma elevadora, mas nunca funcionou.

 

Falta de elevador dificulta trânsito de idosos e cadeirantes (Foto: Ronie Cruz)Falta de elevador dificulta trânsito de idosos e cadeirantes (Foto: Ronie Cruz)

No prazo de 30 dias o Núcleo de Saúde da Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul em Campo Grande vai voltar a ser feito na unidade no Centro, na Rua Antônio Maria Coelho. No espaço do Bairro Santa Fé, serão feitas algumas adaptações, mas o atendimento não vai mais voltar para o imóvel alugado.

“A Defensoria Pública vem trabalhando para que venha a ser construída uma sede própria, planejada para atender as peculiaridades de atendimento do público alvo e que reúnam em um só espaço todas as áreas de atuação”, informou o órgão ao confirmar a mudança.

A área da execução penal, que está no anexo do Fórum, depois das adaptações necessárias, será transferida para a unidade Santa Fé, até o término do contrato, em maio de 2020.

O imóvel no bairro Santa Fé é um dos prédios alugados pela Defensoria, que não tem prédios próprios no Estado. O aluguel, firmado em maio do ano passado e renovado até ano que vem, é de R$ 14 mil por mês.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions