A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

04/02/2014 09:31

Tribunal assume prédio e Posto de Identificação vai para o Pátio Central

Aliny Mary Dias
Atendimentos começaram a passar por problema desde que a venda para o TJ foi oficializada (Foto: Divulgação/Sinpol)Atendimentos começaram a passar por problema desde que a venda para o TJ foi oficializada (Foto: Divulgação/Sinpol)

Depois do prédio ser adquirido pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, o Posto de Identificação Central vai deixar o Shopping 26 de Agosto. No fim de semana, o órgão muda de local e deve atender em outro espaço a partir de segunda-feira. 

Conforme o diretor Rubens Cyles, a mudança para o Pátio Central Shopping, localizado na Rua Marechal Cândido Mariano Rondon, no Centro da Capital, ocorrerá durante o fim de semana e na segunda-feira (10) tudo estará funcionando no novo endereço.

Conforme ofício assinado pelo secretário em exercício da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), José Lázaro Pereira de Oliveira, o valor do novo aluguel será R$ 7,5 mil. A avaliação foi feita pela Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) e o processo de mudança está sendo feita em cárater de urgência.

Sobre os atendimentos aos que precisam emitir as primeiras ou segundas vias de RGs, Rubens afirma que apenas aqueles que estão agendados por meio do sistema online estão sendo atendidos.

“Tem um oficial de Justiça na porta do prédio e só aqueles que estão agendados podem entrar. Na segunda-feira temos que atender no novo local porque se não houver atendimento teremos problemas”, completa Cyles.

Problemas - O descaso com os servidores do posto já foi motivo de denúncia por parte do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis de MS). Desde que a venda do prédio para o Tribunal de Justiça foi oficializada, os problemas começaram.

Há duas semanas, uma equipe do sindicato foi até o posto e encontrou reclamações dos servidores por falta de água, de banheiro, luz e presença de baratas. A situação se agravou depois que os lojistas foram notificados para deixarem o prédio, na última semana, desde então o estabelecimento está sem luz.

No entanto, o diretor do instituto afirma que a falta de luz ocorre em todo o prédio com exceção do local que abriga o Posto de Identificação.

Uma notificação foi enviada pelo Sinpol para a Sejusp e um prazo de 10 dias foi dado pelo órgão para resolver os problemas. Conforme o sindicato, o prazo vence amanhã (5).



Ainda bem que vão avisar as pessoas que estão agendadas!
 
Valdecy Pereira Siqueira em 04/02/2014 15:49:14
Com esta mudança, como ficam os agendamentos??? podemos considerar confirmados data e horário, mudando somente o local de atendimento??
 
JUNIA MENDES DE SOUZA em 04/02/2014 09:51:34
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions