A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

19/03/2018 14:46

Tumulto e tiros: ladrão é baleado depois de tentar assaltar açougue

Após ser atingido, o bandido correu cerca de duas quadras e invadiu a casa de uma família onde pediu socorro

Guilherme Henri e Geisy Garnes
Viaturas da Polícia Civil e Batalhão de Choque na residência invadida por bandido (Foto: Geisy Garnes)Viaturas da Polícia Civil e Batalhão de Choque na residência invadida por bandido (Foto: Geisy Garnes)

Ladrão ainda não identificado foi baleado pela polícia depois de assaltar uma casa de carnes, na tarde desta segunda-feira (19), na rua Marajoara, no Jardim Centro Oeste, em Campo Grande. Após ser atingido, o bandido correu cerca de duas quadras e invadiu a casa de uma família onde pediu socorro. 

As primeiras informações são de que o assalto foi cometido por pelo menos três bandidos. Uma equipe da Deco (Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado) estava próxima e atendeu a ocorrência.

Testemunhas contam que os bandidos foram interceptados depois do assalto. Houve troca de tiros e um dos assaltantes acabou baleado. Ele correu cerca de dois quarteirões com a arma usada no crime em punho.

Na rua Enchova, o assaltante invadiu uma casa, que não tem muro e estava com a porta aberta. O carpinteiro Valdomiro Alves Correa, 60 anos, conta que ele, esposa e a filha de 9 anos, almoçavam quando foram surpreendidos pelo homem ensanguentado.

“O cara estava com a arma na mão e sentou na cadeira da sala. Ele não parava de dizer que estava ferido e queria falar com a família dele”, detalha o morador.

Assustado, o carpinteiro mandou que a filha fosse para a casa da vizinha, enquanto ele conseguiu um telefone emprestado para chamar o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). “Depois ligamos para a família do rapaz. Ele estava quase morrendo quando foi socorrido e ainda acabou largando a arma dentro da minha casa”, relata Valdomiro.

O bandido foi levado para a Santa Casa sob escolta policial. Em seguida, o carpinteiro avisou a polícia sobre a arma na casa. “Ele largou a arma dentro da minha caixa de ferramentas. A que eu uso para trabalhar é um martelo e não um revolver”, diz.

A loja assaltada está fechada. Já a casa do carpinteiro foi isolada pela polícia para aparentemente ser periciada. A delegada titular da Deco, Ana Cláudia Medina está no local. Policiais militares e civis estão na na caça aos outros bandidos.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions