ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, DOMINGO  05    CAMPO GRANDE 20º

Capital

UFMS libera para trabalho em casa servidores no grupo de risco do coronavírus

A frequência das limpezas será monitorada e os estudantes que estão retornando de viagens internacionais deverão comunicar o fato

Por Maressa Mendonça | 14/03/2020 10:49
Monumento símbolo da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) (Foto: Arquivo/UFMS)
Monumento símbolo da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) (Foto: Arquivo/UFMS)

A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) publicou na sexta-feira (13) uma portaria com medidas de proteção para enfrentamento do coronavírus (COVID-19). Dentre as orientações estão a de os professores e coordenadores de curso utilizarem, sempre que possível, o recurso da educação à distância e de os estudantes e servidores que estão retornando de viagens internacionais comunicarem o fato por e-mail.

Conforme o texto, em caso de suspensão nacional de aulas todas as atividades da UFMS deverão ser feitas na modalidade à distância e comprovada a necessidade de afastamento, especialmente dos servidores, estes deverão trabalhar no sistema home office.

Quem estiver retornando de viagem, seja servidor ou aluno, deverá comunicar o fato por e-mail para acompanhamento e monitoramento. O retorno das atividades deverá ocorrer após 14 dias da chegada ao Brasil.

Os servidores e estudantes do grupo de risco para mortalidade da doença , ou seja, maiores de 60 anos, gestantes e pessoas com doenças crônicas poderão optar por exercer as atividades remotamente.

Ainda conforme a portaria, o acompanhamento da frequência da limpeza dos banheiros, maçanetas e disponibilidade de álcool gel será intensificado.

Todos os eventos e atividades deverão ser adiados enquanto perdurar o estado de emergência de decorrente do coronavírus. Se o cancelamento não for possível, a recomendação é realizar o evento sem público por meio de videoconferência ou outro meio eletrônico. Atividades, reuniões e serviços considerados essenciais serão mantidos.

Em caso de dúvida, a recomendação é que estudantes e servidores utilizem o e-mail, sendo a Ouvidoria da UFMS o canal oficial de comunicação. A portaria, assinada pelo reitor Marcelo Turine, já está em vigor.