A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

14/08/2012 09:35

Uma semana depois, ninguém apareceu para identificar corpo encontrado em estrada

Paula Maciulevicius

Segundo a Polícia, há suspeita de que a vítima seja um travesti em decorrência da roupa que usava e das características físicas

Perícia informou que devido o estado avançado do corpo, a vítima poderia estar no local há pelo menos 30 dias. (Foto: Minamar Júnior)Perícia informou que devido o estado avançado do corpo, a vítima poderia estar no local há pelo menos 30 dias. (Foto: Minamar Júnior)

A 4ª Delegacia de Polícia Civil da Capital que investiga a morte de um homem encontrado no último dia 7, ainda não tem a identificação da vítima e nem informação de familiares.

Uma semana depois que um trabalhador rural encontrou o corpo em uma entrada vicinal na saída para Três Lagoas, região da Unei Dom Bosco, não houve ninguém que procurasse pelo rapaz.

Segundo a Polícia, há suspeita de que a vítima seja um travesti em decorrência da roupa que usava e das características físicas.

A investigação do caso segue aguardando o resultado do laudo do Imol (Instituto Médico e Odontológico Legal) para precisar a causa da morte. Como o corpo já estava em avançado estado de decomposição, não foi possível confirmar se as três perfurações vistas no corpo seriam de faca ou causadas por tiros.

Inicialmente a perícia afirmou que o corpo estaria no local há pelo menos 30 dias. A Polícia está apurando os casos de desaparecimento ocorrido nos últimos 40 dias.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions