A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

15/02/2016 09:14

UPA nova já sofre com problema antigo na saúde: falta de pediatra

Aline dos Santos
UPA foi inaugurada no dia 11 de fevereiro. (Foto: Marcos Ermínio)UPA foi inaugurada no dia 11 de fevereiro. (Foto: Marcos Ermínio)

Inaugurada na quinta-feira passada, a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) das Moreninhas já registra um problema antigo, que aflige pais e prejudica crianças: falta de pediatra. Morador no bairro Moreninha 3, Jefferson Jhonatan Nunes, 23 anos, relata que levou a filha de um ano e dois meses até à nova unidade.

Como a criança foi cadastrada como adulto, esperou 50 minutos à toa até ser avisado da falta do médico especialista. “Minha filha acordou vomitando e com um pouco de febre. Eu, ela e minha esposa, que está grávida, chegamos na UPA às 6h50. Esperamos 50 minutos. Aí, que a moça avisou que não tinha pediatra”, afirma.

Inconformado com a falta de atendimento, o pai conta que teve que levar a filha Maria Valentina para a casa. “Passaram para nós que só atende ela com 39ºC de febre ou se cair e machucar”, diz Jefferson. Neste caso, o atendimento seria feito por outro médico. Agora, a família pretende levar a criança até a UPA Universitário.

A UPA Moreninhas teve investimento total de R$ 5.115.543,56, incluindo o aditivo de mais R$ 450 mil para a conclusão do prédio. O imóvel foi entregue em 2012 com 80% concluído. Mas só abriu as portas na semana passada. 

A reportagem solicitou à assessoria de imprensa da prefeitura informação sobre a falta de pediatra.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions