ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SÁBADO  28    CAMPO GRANDE 25º

Capital

“Vai dormir pirralho”, responde Valley, lotada de novo, a protesto no Instagram

Estudante fez imagens da fila e publicou crítica na rede social; dono da Valley diz que normas de segurança estão sendo seguidas

Por Silvia Frias | 08/11/2020 13:37
Estudante postou crítica e recebeu a resposta poucos minutos depois (Foto/Reprodução)
Estudante postou crítica e recebeu a resposta poucos minutos depois (Foto/Reprodução)

Fila na porta da Valley Pub, na avenida Afonso Pena, ontem à noite (7) incomodou estudante Pedro Paulo, 18 anos, que fez vídeo mostrando a situação, postou no Instagram, marcando e questionando a balada sertaneja. A resposta foi apenas um “vai dormir pirralho”.

Pedro Paulo disse que fez as imagens às 23h29, quando foi com um amigo até o drive-thru de lanchonete. Passou pela avenida do outro lado da pista e, na volta, fez o vídeo mostrando a fila na porta da Valley. Em seguida, postou no Instagram, dizendo que a situação era absurdo e poderia acarretar na segunda onda da covid-19.

Às 23h38, veio a resposta. Pedro Paulo diz que não questiona a reabertura dos bares e restaurantes, mas o que acredita ser o desrespeito às normas de segurança sanitária. “Vi outras baladas voltando, seguindo o protocolo, mas parece que a Valley não tá nem aí para isso, a gente tem que se adequar ao novo normal”.

Como exemplo, o estudante diz que o drive-thru estava fechado e foi até pizzaria com o amigo. “Ficamos numa mesa separada, deu tudo certo e segue a vida”. O estudante até lembrou que o primeiro caso confirmado de covid-19 foi de uma jovem que esteve em uma festa na casa noturna e teme a irônica coincidência de possível segunda onda surgir por conta do mesmo local.

O empresário Sérgio Longo Filho, dono da Valley, disse que está seguindo todos os protocolos de segurança impostos no decreto atualizado pela prefeitura de Campo Grande, fazendo uso apenas de 50% da capacidade da casa noturna.

Porém, lembrou que outro decreto da prefeitura permite a aglomeração, a que liberou capacidade total dos veículos do transporte coletivo de Campo Grande. “Os ônibus estão 100% lotados”.

Sobre a mensagem enviada para o rapaz, disse que preferia não comentar o assunto, mas, em seguida, emendou com “só acho que quem fala o que quer, está sujeito a ouvir o que não quer”.

O decreto da prefeitura determina que frequentadores devem utilizar máscara, mas a proteção pode ser retirada para comer ou beber. Também prevê distanciamento social de 1,5 metro, o que tem se mostrado difícil de ser cumprido pelas pessoas, conforme vídeos enviados ao Direto das Ruas em outras ocasiões.


Direto das Ruas – A sugestão chegou ao Campo Grande News por meio do canal Direto das Ruas, meio de interação do leitor com a redação. Quem tiver flagrantes, sugestões, notícias, áudios, fotos e vídeos pode colaborar no WhatsApp pelo número (67) 99669-9563. Clique aqui e envie agora uma sugestão.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário