ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  19    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Vítima de acidente causado por motociclista bêbado morre na Santa Casa

Colisão ocorreu na Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo e o piloto chegou a ser preso

Por Geisy Garnes | 04/11/2021 09:23
Aline Holosbach chegou a ficar internada, mas não resitiu. Ela tinha 20 anos. (Foto: Arquivo Pessoal)
Aline Holosbach chegou a ficar internada, mas não resitiu. Ela tinha 20 anos. (Foto: Arquivo Pessoal)

Vítima de acidente de trânsito na madrugada da última terça-feira (2), Aline Holosbach, de 20 anos, morreu após pouco mais de 24 horas internada na Santa Casa de Campo Grande. A jovem era passageira de moto conduzida por um rapaz de 20 anos, que acabou preso por pilotar bêbado no Bairro São Francisco.

Consta no boletim de ocorrência, que o motociclista Thiago Henrique Gonçalves de Almeida seguia pela Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo, na altura do Jardim Tarumã, quando perdeu o controle da direção e colidiu com o meio-fio. Aline era passageira da moto e com o impacto, foi arremessada.

Thiago não sofreu ferimentos graves e recusou atendimento do Corpo de Bombeiros. Já Aline fraturou o fêmur e sofreu um ferimento gravíssimo na cabeça. Foi levada para a Santa Casa de Campo Grande e precisou ser entubada. Após horas de internação, a família foi avisada que a lesão no cérebro da jovem era irreversível e foi aberto procedimento de morte encefálica.

A morte da jovem foi confirmada ontem. Diante da perda prematura de Aline, a família optou pela doação de órgãos. Ainda não há informações sobre quais órgãos serão doados e para quem.

Thiago, por outro lado, estava visivelmente bêbado quando foi socorrido e apesar de ter se negado a fazer o teste do bafômetro, foi preso em flagrante por força do Termo de Constatação de Alteração de Capacidade Psicomotora. Ele ainda não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

O rapaz passou por audiência de custódia e acabou liberado horas depois. A única exigência estipulada pelo juiz plantonista Luiz Felipe Medeiros Vieira foi o comparecimento a todos os atos processuais.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário